Agora

Agora

Brasil soltando fogos: Confirmada hoje (16) data do pagamento da primeira parcela do 13° salário

Carteira de trabalho e dinheiro (Foto: Reprodução / Internet)
Carteira de trabalho e dinheiro (Foto: Reprodução / Internet)

Brasileiro ficam em festa com notícia sobre o pagamento da primeira parcela do 13° salário

Nesta segunda-feira, 16, milhares de brasileiros soltaram fogos devido a uma notícia sobre a primeira parcela do 13° salário.

Isso porque, os brasileiros já podem consultar o calendário de pagamento do acréscimo anual.

De acordo com o Valor Econômico, o pagamento deve ser feito em até duas parcelas pelos empregadores.

Desse modo, os trabalhadores receberão a primeira parcela do 13° salário em novembro sem descontos.

a segunda parcela do benefício deverá ser feita até 20 de dezembro. No entanto, ao contrário da primeira parcela, ela terá descontos.

Veja também

O desconto da segunda parcela é referente ao imposto de Renda Retido na Fonte (IRRF) e do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

Os pagamentos podem ser feitos em uma parcela única até 30 de novembro ou junto com as férias, desde que solicitado previamente ao empregador.

Carteira de trabalho e dinheiro (Foto: Reprodução / Internet)
Carteira de trabalho e dinheiro (Foto: Reprodução / Internet)

QUEM RECEBE O BENEFÍCIO

O 13° salário está previsto para todos os trabalhadores contratados com carteira assinada e servidores públicos.

Além disso, aposentados e pensionistas do INSS também possuem direito ao benefício extra.

No entanto, os aposentados e pensionistas do INSS receberam o pagamento das parcelas em maio e junho.

13° salário (Foto: Reprodução / Internet)
13° salário (Foto: Reprodução / Internet)

COMO CALCULAR O 13° SALÁRIO?

Para calcular o valor do benefício, o trabalhador deve dividir a remuneração total (incluindo horas extras, comissões, adicionais noturno e periculosidade) por 12.

Em seguida, o trabalhador deve multiplicar o resultado pelo número de meses trabalhados.

Por exemplo: se uma pessoa trabalhou por 9 meses, ganhando R$ 1.320, o valor deve ser dividido por 12. E o resultado, R$ 110, multiplicado pelos meses trabalhados. Logo, o 13º salário corresponde a R$ 990.

O pagamento será integral quando o beneficiário trabalhar de janeiro a dezembro. Já os trabalhadores que forem demitidos por justa causa, não recebem o 13° salário.

Pessoa segurando dinheiro (Foto: Reprodução / Internet)
Pessoa segurando dinheiro (Foto: Reprodução / Internet)

Assuntos

13° salário

Quem escreve

Giovana Misson

Eu sou Giovana Mori, jornalista por formação pela Universidade Mackenzie de São Paulo. Criadora de conteúdo digital e redatora sobre o mundo das celebridades desde 2019. Já trabalhei em assessoria de imprensa, local em que cuidei de marcas de peso e por redações focadas no entretenimento. Sou apaixonada por moda, beleza, música, séries e nunca perco uma fofoca. Faço matérias focadas em programas de televisão e sobre o cotidiano dos famosos, fato curioso é que sou muito fã de Virgínia Fonseca Email: giovana.mori@otvfoco.com.br