Datena

Datena é condenado na Justiça em caso sobre tráfico de drogas e coloca a Band em maus lençóis

O apresentador Datena, que apresenta o Brasil Urgente na Band (Foto: Divulgação)
O apresentador Datena, que apresenta o Brasil Urgente na Band (Foto: Divulgação)

Datena e Band acabaram sofrendo com decisão desfavorável na Justiça

O apresentador Datena e Band não tiveram muita sorte no tribunal e acabaram sofrendo uma grande derrota na Justiça em caso envolvendo tráfico de drogas na Grande São Paulo.

Pra quem não sabe, em maio de 2012, o Brasil Urgente, programa apresentado pro Datena na Band, levou ao ar uma matéria com o seguinte título: “Sanduba da maconha: traficante usava carro de padaria para vender droga”.

+Globo confirma internação de Faustão em hospital e revela estado de saúde do apresentador

A reportagem tratou sobre um funcionário de uma padaria que acabou sendo preso em flagrante por tráfico de drogas. No entanto, o empresário Tiago Braga da Silva resolveu mover uma ação contra a emissora e, em sua alegação, afirmou que a notícia foi levada ao ar por Datena no Brasil Urgente de forma distorcida. Devido a isso, ele sofreu um prejuízo de cerca de 30% em seu faturamento.

Durante esses anos de briga na Justiça, Datena e a Band tentaram se defender no processo e afirmaram que deixaram claro que o dono do negócio não tinha nenhum tipo de envolvimento com o caso e, portanto, não era responsável pelo crime de tráfico de drogas. Além disso, a emissora e Datena alegaram que explicaram que a profissão era apenas usada de disfarce para o traficante.

+SBT, após fracasso e demissões, sofre com investimento milionário e cancela programa às pressas

Mas, de acordo com informações do UOL, a Justiça não aceitou os argumentos da Band e Datena e ainda definiu que não cabe mais recurso à decisão que foi tomada na Justiça.

Datena
O apresentador Datena (Foto: Divulgação)

Indenização deverá ser paga

+Xuxa, entrevistada na Globo, seria um pedido de desculpas da emissora após massacrar apresentadora; entenda

O juiz responsável pela ação, Paulo Baccarat Filho, da 3ª Vara Cível de Pinheiros, deu um prato de 15 dias para o pagamento de uma indenização de 109,3 mil reais.

 

Confira a audiência detalhada de todas as novelas da Globo semana a semana aqui

Siga o TV FOCO no Google Notícias e receba as informações bombásticas da TV e dos famosos em primeira mão - Clique Aqui!

Sobre o autor

Aloizio Júnior

Aloizio Júnior ingressou na faculdade de Direito, mas é encantado por Medicina e hoje em dia é um vestibulando. Falar sobre TV sempre foi um hobby e faz isso desde 2008. Atento sobre todas as novidades no mundo da TV, entrou para a equipe do TV Foco em agosto de 2012.