Pantanal

NovelasPantanal

Devido ao sucesso de Pantanal na Globo, remake pode abrir caminho para outras produções da extinta TV Manchete

Remake de 'Pantanal' tem boa aceitação do público; Renato Gós e marcos Palmeira dão vida a José Leôncio (Foto: Reprodução / Globo)
Marcos Palmeira dará vida a José Leôncio na nova fase da novela (Foto: Reprodução / Globo)

A Globo está satisfeita com os resultados obtidos em “Pantanal”.

O remake baseado na obra original de Benedito Ruy Barbosa, assinado pelo seu neto, Bruno Luperi está fazendo o maior sucesso no horário nobre da Globo. “Pantanal”, em sua segunda semana de exibição está registrando acima de 30 pontos no Ibope.

Os números incríveis que a Globo não via há muito tempo em seu horário nobre. E com a boa aceitação do público com “Pantanal”, e também o sucesso de novelas antigas no catálogo do Globoplay, têm feito a emissora carioca pensar em apostar ainda mais nesse filão saudosista.

SAIBA MAIS! Com morte de Gil, Pantanal supera 30 pontos no Ibope, é aclamada na web e deixa SBT e Record desesperadas

Informalmente, começa-se a especular nos bastidores da Globo sobre a possibilidade de o remake de Bruno Luperi abrir caminho para que outras novelas da extinta TV Manchete ganhem uma atualização, conforme informações do Notícias da TV.

O assunto interno na Globo é sobre o clamor do público que gosta de novela, sobretudo os saudosistas, para que tramas antigas e de fora da emissora sejam incorporadas ao streaming da Vênus Platinada.

Veja também

Mas, seja por questões de direitos autorais ou até mesmo qualidade técnica desses produtos (fitas estragadas, imagem e som deterioradas), torna-se quase inviável afirmar que chegue até o público novelas muito antigas. Mas uma solução, é que essas tramas sejam relançadas no formato de remake.

ESTRATÉGIA DA GLOBO

A estratégia não seria novidade. Desde que “Mulheres de Areia” (1993) e “A Viagem” (1994) agradaram a crítica e o público, a Globo passou a, de tempos em tempos, apostar na reedição de folhetins clássicos. Em algumas ocasiões, não deu muito certo, mas em boa parte delas, o público comprou as novas versões, como “Anjo Mau” (1997), “TiTiTi” (2010), “Cabocla” (2004), “Sinhá Moça” (2006), entre outras.

Em 2019, “Éramos Seis”, exibida pelo SBT e Tupi, em 1994 e 1977, foi outra trama que teve êxito e que é constantemente utilizada como bom exemplo de remake de uma produção vinda de outras emissoras de televisão.

Apostando na mesma onda está a HBO Max, que já prepara um remake de “Dona Beija” (1986) para 2023. O fato é que, agora, com o sucesso de “Pantanal”, a ideia é que sejam negociados os direitos para a reedição de outros folhetins.

O tempo dirá, porém, se o telespectador não vai se assustar se novelas como “Xica da Silva” (1996),  “A História de Ana Raio e Zé Trovão” (1990), “Mandacaru” (1997), “Tocaia Grande” (1995), entre outras, surgirem no Globoplay ou na própria Globo futuramente.

'Xica da Silva' pode ganhar remake na Globo, assim como outras tramas da extinta TV Manchete (Foto: Reprodução / Internet)
‘Xica da Silva’ pode ganhar remake na Globo, assim como outras tramas da extinta TV Manchete (Foto: Reprodução / Internet)

VÍDEO YOUTUBE: Urgente: WILLIAM Bonner se DEMITE da Globo + Juliette pisada e TRAÍDA + Morte brutal em PANTANAL

TV Foco AO VIVO Acompanhe

Comentários

Nossa política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Ler comentários