Celebridades

Coronavírus: Dono da RedeTV! faz apelo, prevê colapso econômico e implora fim de quarentena

Marcelo de Carvalho
Marcelo de Carvalho (Foto: Divulgação)

Marcelo de Carvalho voltou a se pronunciar contra a quarentena devido ao novo Coronavírus

Dono da RedeTV!, o empresário Marcelo de Carvalho desabafou sobre a situação do Brasil e a quarentena imposta por alguns estados como forma de conter o avanço do novo Coronavírus.

Nesta quarta-feira, 25 de março, em seu perfil oficial no Instagram, Marcelo de Carvalho fez um apelo e chegou a comparar a situação do Brasil com os “tempos de guerra” e a ‘Grande Depressão’ dos Estados Unidos (pior fase econômica da potência mundial em 1929).

“A gripe comum não mata 20 mil, os dados da Organização Mundial da Saúde, dizem que a cada ano, a gripe mata entre 300 e 650 mil pessoas por ano, não é 20 mil, são 650 mil e nunca vocês ouviram falar que cidades inteiras, que estados inteiros, que países inteiros param por causa da gripe, repito 650, 500, 400, 650 mil pessoas todo ano. E não é uma gripe especial não, são as gripes chamadas de sazonais, as famosas gripes de inverno”, contou ele.

“A grande parte dos empregos do Brasil é formada por pequenas e microempresas. É a pessoa que é comerciante, varejista, a pessoa que tem uma franquia, a loja… Isso tudo está parado. Não está entrando dinheiro. As pessoas não estão podendo comprar, as ruas estão desertas, é tempo de guerra. Você sabe o que vai acontecer? Vão começar a mandar gente embora. Nós corremos o risco de entrar em um colapso”, afirmou Marcelo de Carvalho em um dos trechos do seu desabafo.

O apresentador e dono da RedeTV!, Marcelo de Carvalho (foto: reprodução)
O apresentador e dono da RedeTV!, Marcelo de Carvalho (foto: reprodução)

O empresário previu tempos ainda piores com a permanência da quarentena

“É uma destruição, é uma depressão, como foi em 1929 nos Estados Unidos, ou pior. Eles, agora, pelo menos estão com um pacote de US$ 2 tri para jogar na economia. Mas nós estamos no Brasil. A nossa economia vinha de mal a pior. Agora tinha começado a levantar. Gente, vai acabar com o país. Nós podemos não ter 4 mil mortos, mas teremos 40 milhões de desempregados por causa do coronavírus”, completou o dono da RedeTV!.

 

TV Foco no Youtube

Sobre o autor

Raquel Souza