Record

Edir MacedoRecord

Edir Macedo bate o martelo, arranca âncora da bancada e promove debandada no Jornal da Record: “O fim”

Edir Macedo e Jornal da Record
Edir Macedo promoveu diversas mudanças no Jornal da Record (Foto: Montagem/TV Foco)

O dono da emissora ordenou a retirada de uma âncora do telejornal e promoveu mudanças no noticiário

Vivendo uma transformação editorial há 2 meses, o Jornal da Record se tornou a atração mais vista na emissora de Edir Macedo no último mês de maio, contudo, a mudança custou o emprego de alguns funcionários envolvidos no noticiário.

O que antes era motivo de punições e até demissão, hoje virou quase que um hábito comum no JR: Criticar o governo Bolsonaro.

Adriana Araújo expôs mensagem para editora e público quis saber da sua saída da Record (Foto: Reprodução)
Adriana Araújo foi demitida após criticas ao governo (Foto: Reprodução)

Isso mesmo, por conta de sua proximidade com o presidente da república, Edir Macedo vetava qualquer comentário contra o governante e quem ousasse desrespeitar essa regra era severamente punido. Assim como aconteceu com Adriana Araújo, que foi afastada da bancada e realocada para o Repórter Record, até sua demissão em março.

Veja também

NOVA ESTRATÉGIA

Cristina Lemos e Luiz Fara
Cristina Lemos e Luiz Fara Monteiro na bancada do JR (Foto: Reprodução)

O principal fator para a mudança de tom no Jornal da Record, atualmente apresentado por Luiz Fara Monteiro e Christina Lemos foi uma disputa de interesses entre o dono da emissora e o Presidente da República.

Há dois meses, o JR e outros jornalísticos da emissora têm feito diversas reportagens sobre um escândalo religioso envolvendo a Igreja Universal em Angola. Na maioria das matérias, o contratados da emissora criticam a omissão do governo no assunto.

A partir daí o ex-aliado, se tornou ‘persona non grata’ na Record e coincidentemente, as criticas ao governo trouxeram um aumento na audiência da emissora e mais liberdade para comentários opinativos dos jornalistas. Marcando o fim do apoio declarado a Bolsonaro.

DEBANDADA NA RECORD?

Após demitir Carla Cecato, Record desliga Thalita Oliveira que vai aos prantos e reverte decisão com bomba
Carla Cecato e Thalita Oliveira foram afastadas pela Record (Foto: Antonio Chahestian/Record)

Contudo, a mudança editorial proposta por Edir Macedo ceifou alguns empregos dos colaboradores da emissora. Alguns produtores que já estavam há alguns anos na casa foram demitidos, sob a justificativa de corte de gastos e até apresentadores foram desligados, como Carla Cecato e Thalita Oliveira. 

Esta última não foi oficialmente demitida, mas desapareceu misteriosamente das edições de sábado do Fala Brasil e se afastou para tratar de um problema de saúde.

De acordo com o site TV Pop, as mudanças do jornalismo serão ainda mais comuns, sem glamour e sem grandes salários, visto que a emissora quer cortar gastos e investir somente “onde é necessário”. 

Siga o TV FOCO no Google Notícias e receba as informações bombásticas da TV e dos famosos em primeira mão - Clique Aqui!

Comentários

Nossa política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Ler comentários