Edir Macedo

Edir MacedoRecord

Edir Macedo vê império em crise e Igreja Universal vive pior fase desde sua criação; diz jornalista

Pastores da Universal explodem em revolta, apunhalam Edir Macedo por obscenidade e arrancam milhões da Record
Edir Macedo é o líder espiritual e fundador da Igreja Univeral do Reino de Deus e dono da Record TV (Foto: Reprodução)

A crise chegou na Igreja Universal e na Record TV; segundo apontamentos de jornalista

Igreja Universal do Reino de Deus foi fundada por Edir Macedo e seu cunhado, R.R. Soares, no Rio de Janeiro, em 1977, e desde então, os olhares do público se voltaram para a instituição religiosa.

A Igreja Universal do Reino de Deus atraiu os olhares desconfiados e também, os olhares de desejo de conquista, já que a instituição prega a dita prosperidade financeira, levando fiéis desesperados com suas finanças até a casa de oração desejando ter o retorno imediato para suas desventuras financeiras.

Além do popular, a igreja chamou atenção dos noticiários, das autoridades, como o MP (Ministério Público) dentre outros órgões competentes em averiguar a veracidade e honestidade da instituição religiosa ao longo das décadas, mas sempre, sem provas para punições.

Segundo pontuações do jornalista e colunista Ricardo Feltrin, do portal UOL, iremos relatar alguns pontos citados como denúncia pelo jornalista, além de pontos históricos de acontecimentos e fatos contudentes que nunca foram provados contra a instituição de Edir Macedo:

Um ponto forte para a desconfiança da Igreja Universal do Reino de Deus aconteceu com a prisão do bispo Edir Macedo, que aconteceu em 1992, acusado de charlatanismo, ou seja, exploração da credulidade pública, propondo ou anunciando cura por meio secreto ou infalível.

Veja também

+“Uma das mulheres mais belas da TV”, luto toma conta da Globo sobre morte de atriz de Senhora do Destino

Edir Macedo é dono da Record TV (Foto: Reprodução)
Edir Macedo é dono da Record TV (Foto: Reprodução)

Na época, sem provas ou embasamento mais profundo, o bispo Edir Macedo acabou inocentado das acusações. Anos depois, segundo aponta o jornalista do UOL, aconteceu o inesperado, um vídeo denúncia exibido no “Jornal Nacional”, em 1995, mostrava Edir Macedo ensinando como os bispos e pastores deveriam conquistar o dinheiro dos fiéis através do dom da palavra.

O vídeo polêmico foi exibido em rede nacional e, mesmo assim, perdeu força na época mesmo, sem nenhum crime sendo comprovado e nada mais aprofundado realizado contra. Logo em seguida, a Receita Federal baixou na Igreja Univeral do Reino de Deus, tendo todas declarações do Imposto de Renda, tanto de Edir Macedo, quanto dos seus pastores e até fiéis, investigadas. Nenhuma irregularidade foi constatada, segundo relembra o jornalista, Ricardo Feltrin, do UOL.

O Ministério Público Federal também fez investigações sobre a compra da Record, feita por Edir Macedo, em 1989, buscando achar alguma ilegalidade, mas até o momento, nada foi encontrado. Portanto, até agora, nada foi usado “contra” Edir Macedo ou a Igreja Universal do Reino de Deus, mesmo com o clamor do povo e da mídia, sabendo que tem alguma coisa ‘errada às escondidas’, conforme assegura o jornalista em sua coluna no UOL.

Porém, em uma série de reportagens datadas de 2017 de uma televisão portuguesa, uma denúncia sobre ‘tráfico de crianças’, por parte da insitituição, veio à tona. Tanto pastores quanto bispos da Igreja Universal, adotaram crianças nos anos seguintes, visando que a adoção seria o melhor meio para fazer o bem ao próximo. O jornalista Ricardo Feltrin ainda relembra que existe orientação da própria Igreja para que seja feita a vasectomia e eles não tenham filhos.

Edir Macedo e seu império foram alvos de diversas denúncias ao longo de 4 décadas (Foto: Reprodução)
Edir Macedo e seu império foram alvos de diversas denúncias ao longo de 4 décadas (Foto: Reprodução)

Claro que a Igreja Universal negou as ilegalidades de adoção, e as denúncias e o caso caíram no ‘limbo’. Recentemente, algumas ONGs decidiram se juntar ao Ministério Público Federal por conta de que a Igreja Universal teria divulgado, em suas redes sociais, que um de seus fiéis teria sido curado do HIV “através da fé”, segundo consta na publicação.

A liberdade religiosa no Brasil está sendo usada livremente conforme afirma a Constituição, o problema é então do fiel que acredita em pagar dízimo ou carnê, que ao fazer isso, trará bonança e fartura para sua vida pessoal. É literalmente, problema de cada um. A fé é de cada um, em que as pessoas estão se metendo, é problema delas, não nosso, assegura o jornalista do UOL.

Até hoje, nenhuma autoridade dentro ou fora do Brasil conseguiu comprovar nada que desabone os atos da Igreja Universal do Reino de Deus, e apesar de todos fatos citados, nunca se conseguiram provas concretas que terminassem por uma investigação condizente ou denúncia que fosse usada como prova para que um inquérito fosse instaurado contra o representante maior, ou até os servos menores, da insituição religiosa.

+Fernando Fernandes é o novo apresentador do “No Limite”, da Globo e não quer comparativo com André Marques

PROBLEMAS NA ANGOLA

Na Angola, país da África, autoridades estimam que a Igreja Universal tire de seus fiéis, cerca de US$ 10 milhões mensais, por vota de R$ 50 milhões, de acordo com nossa moeda, segundo denúncia relatada por Ricardo Feltrin, em sua coluna no UOL. Os líderes brasileiros na Angola, também são acusados de menosprezar seus fiéis, com uma única prática: receber o dinheiro dos dízimos e pagamentos dos carnês, que é o que realmente interessa, pelo visto.

Por conta disso, o clima na Angola não está nada favorável, até a licença da Record TV foi cassada no país. No momento, quatro líderes religiosos da Igreja Universal estão no banco dos réus e a decisão surgirá a partir do dia 10 de Março. Ou seja, Angola está de portas fechadas para a Record TV e para a Igreja Universal, que consequentemente, tem alguns de seus templos fechados e embargados judicialmente. 

Honorilton Gonçalves, ex-vice-presidente artístico da Record TV, é um dos réus do processo na Angola e já deixou o país. Mesmo assim, a Igreja Universal pretende recorrer outras instâncias no processo e não acatar prontamente com a decisão do juíz angolano. Isso ainda vai dar muito o que falar.

Em 45 anos da Igreja Universal, e apesar de sua longa trajetória de constatações negativas contra a instituição, desta vez, parece que fora do país, lá na Angola, a situação está grave e será a primeira mancha com provas, em juízo, sendo julgada por possíveis crimes, segundo aponta o jornalista Ricardo Feltrin, em sua coluna do UOL.

VÍDEO YOUTUBE: Vaza causa da morte de Jô Soares que família queria esconder

Quem escreve

Gustavo Melo

Apreciador da cultura pop das décadas passadas e muito antenado no mundo atual das celebridades. Para completar, sou um Cinéfilo crítico, colecionador de filmes, livros e discos de vinil. Um declarado 'SBTista' de coração, assumo que foi Chespirito quem formou meu caráter e bom humor.

TV Foco AO VIVO Acompanhe

Comentários

Nossa política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Ler comentários