Globo O Tempo Não Para

Elogiada e com trama inovadora, o Tempo Não Para chega ao fim na Globo com barrigada e repleta de clichês

Samuca e Marocas em cena de O Tempo Não Para (Foto: Isabella Pinheiro/Gshow)
Samuca e Marocas em cena de O Tempo Não Para (Foto: Isabella Pinheiro/Gshow)

O último capítulo de ‘O Tempo Não Para’ ficou com um gosto de que a novela parou logo nos primeiros meses de exibição. A novela com o texto de Mário Texeira começou com uma proposta inusitada e com um ótimo chamariz: trazer para o século atual personagens que ficaram congelados desde o século passado.

+No meio da matéria, repórter da Globo “pula” no rio Tietê e deixa âncoras de telejornal apavorados

A proposta tinha tudo pra dar certo pois os perfis dos personagens e seus interpretes traziam um tom de curiosidade. Mas depois de todos os congelados descongelarem e acordarem no tempo atual o enredo se sustentou apenas em mais alguns capítulos. Os “descongelados” se adaptaram de certa forma, facilmente as tecnologias, modos e costumes atuais. E ai a novela perdeu todo seu brilho.

A história acabou enveredando para outros lados e caiu nos tradicionais clichês de armações de separação do casal protagonista e falsas gravidez.

“O Tempo Não Para” teve bons destaques nas interpretações destaque para: Edson Celulari (Que foi mal aproveitado em A Força do Querer), Christiane Torloni, Rosi Campos, Solange Couto, Bia Montez e Kiko Mascarenhas. Destaque especial para Juliana Paiva e Milton Nascimento que conseguiram boas cenas com emoções. Nicolas Prattes demorou para engrenar como um jovem empreendedor, mas conseguiu cumprir seu papel.

+MC Livinho será pai de primeira viagem aos 24 anos

A grande decepção foi a parte dos vilões destinados para Cleo, Regiane Alves e Luiz Fernando Guimarães. João Baldasserini tentou emplacar duas vezes como vilão interpretando gêmeos que surgiram na trama sucessivamente, mas não rolou. Talvez a imagem do ator precise de um descanso, já que ele vem de vários trabalhos seguidos no mesmo horário.

+Regina Volpato fala pela primeira vez sobre sua relação com a saída de Guilherme Uzeda, a ‘Tia’ da Tv Gazeta

Mário Texeira poderia ter congelado um vilão e trazido de outra época. Ai talvez estaria uma boa solução.

No geral, no quesito audiência, ficou na média prevista pela Globo. Trouxe mais cor, dinâmica e humor que sua antecessora “Deus Salve o Rei”, mas a trama deu uma “parada” e deixou seu público à espera de uma nova engrenagem.

Ressalvas:

Final da Marocas envelhecendo foi surpreendente e emocionante.

Trilha sonora da novela extremamente bem escolhida.

Congelados estão ameaçados em O Tempo Não Para (Foto: Divulgação)
Congelados estão ameaçados em O Tempo Não Para (Foto: Divulgação)

SIGA O TVFOCO NO INSTAGRAM E FIQUE POR DENTRO DE TUDO! CLIQUE/TOQUE AQUI.

ANÚNCIOS

ANÚNCIOS

Comentários recentes

CONHEÇA

ASSISTA!