Entrevista: Renata Sorrah fala sobre o sucesso da reprise de "Senhora do destino" e "Cinquentinha"

Imagem

É hora de dar adeus mais uma vez a Nazaré. Termina amanhã a reprise de “Senhora do destino”, que chegou a dar 27 pontos no Ibope. A intérprete da vilã, Renata Sorrah, fala da repetição do sucesso da personagem e dá outra versão para sua saída do seriado “Cinquentinha”.

Como foi reviver o sucesso da Nazaré?
Que pena que está acabando. A repercussão foi mais uma vez enorme. Do público voltar a me parar nas ruas, na padaria, para me dar parabéns. Passo pelos botequins e vejo as pessoas em pé vendo a novela como se fosse uma partida de futebol. É a prova da qualidade da história. O elenco foi um dos melhores que já se viu.

Por que Nazaré virou uma referência de vilã?
Ela não é uma vilã classe A. Nazaré é popular, não tem limites e usa o humor como principal arma.

Você não tem medo de ficar marcada?
Fiz tantas outras personagens importantes como a Heleninha Roitman (em “Vale tudo”). Ficar marcada por coisa boa é ótimo. Ficar marcada é fazer um persogem de sucesso.

Por que você saiu de “Cinquentinha”? Foi um projeto de cinema que a impediu?
Foram vários motivos, mas prefiro não falar disso. Prefiro dizer que farei Shakespeare no teatro. Vou encenar “Macbeth” com Daniel Dantas.

Confira a audiência detalhada de todas as novelas da Globo semana a semana aqui

Siga o TV FOCO no Google Notícias e receba as informações bombásticas da TV e dos famosos em primeira mão - Clique Aqui!

Sobre o autor

Deivison Lima

Escreve sobre Televisão desde 2008