Éramos Seis Globo Glória Pires Novelas

Éramos Seis: Gloria Pires, Simone Spoladore, Maria Eduarda vivem irmãs que terão sérios dilemas e amores

Gloria Pires (Lola) Simone Spoladore (Clotilde) e Maria Eduarda Carvalho (Olga) em Éramos Seis (Foto: Globo/Raquel Cunha)
Gloria Pires (Lola) Simone Spoladore (Clotilde) e Maria Eduarda Carvalho (Olga) em Éramos Seis (Foto: Globo/Raquel Cunha)

Lola, Clotilde e Olga serão irmãs com distintos dilemas em Éramos Seis

Se a vida na Avenida Angélica, região central da capital paulista, na década de 1920, já é bucólica, em Itapetininga, no interior de São Paulo, onde reside a família materna de Lola (Gloria Pires), ela é muito mais em Éramos Seis. Na cidade moram Dona Maria (Denise Weimberg), Clotilde (Simone Spoladore), Olga (Maria Eduarda de Carvalho) e Candoca (Camila Amado); respectivamente, mãe, irmãs e tia de Lola, além do namorado de Olga, Zeca (Eduardo Sterblitch); e seu amigo Neves (Breno Nina).

Olga é a irmã mais nova de Lola e é a que mais se incomoda com a calmaria da cidade. Está sempre antenada no que acontece fora dali, lê as revistas femininas, acompanha a moda e diz aos quatro ventos que sonha em se casar com um homem rico, de preferência da capital. Enquanto isso não acontece, mantém um namoro com Zeca, o boticário que trabalha na única farmácia da cidade.

+ Caco Ciocler volta as novelas e é vítima de armação

Um verdadeiro “minhoca da terra”, como diz Olga, que é apaixonado por ela e não tem vergonha de expor seus sentimentos. Ele vive fazendo serenatas embaixo da janela de Olga com a ajuda de seu amigo Neves, mas, apesar das investidas, ela se faz de difícil. Às vezes, abre a janela brigando com o rapaz, dizendo que ele vai acordar os vizinhos que querem dormir; outras, nem aparece. Mas, embora viva às turras com o namorado, é tão apaixonada por ele quanto ele por ela.

Já Clotilde, a irmã do meio, é mais tímida e introvertida. Em casa, se dedica a ajudar a mãe com as tarefas, costurando ou fazendo doces. Ao ver a irmã sempre entocada em casa na trama de Éramos Seis, Olga diz que ela vai ficar solteira para o resto da vida. Por vezes, Clotilde chega a acreditar, e fica sem esperança de conhecer alguém por quem vá se apaixonar. Seu jeito doce e romântico, contudo, faz com que ela continue acreditando.

+ Gloria Pires cria dívidas surreais e situação preocupa

As duas planejam ir a São Paulo visitar Lola e passar um tempo com os sobrinhos. Não têm ideia de que a irmã está com dificuldades financeiras devido à dívida que tem com o banco referente à compra da casa, além da doença de Júlio (Antonio Calloni), que traz custos inesperados para a família protagonistas de Éramos Seis.

Ao escreverem um telegrama a Lola falando da intenção de visitá-los, deixam-na desconcertada. Como recebê-las com tantas preocupações? Seriam, afinal de contas, mais um custo. Mas Júlio se compadece do apreço que Lola tem pelas irmãs e diz a ela que as receba.

Olga e Clotilde arrumam as malas sem saber que estão prestes a encontrar as respostas para seus principais anseios. Antes de partirem, na estação de trem, Zeca surpreende Olga com um pedido de casamento. Ela fica exultante, não consegue se conter de tanta felicidade. Zeca, que está triste porque ficará semanas sem vê-la, recebe uma injeção de ânimo com a reação da amada. Ali, Olga entende que se quer mesmo se casar com o grande amor de sua vida, precisará fazer dele um homem rico. Ela só não sabe ainda como.

+ Globo faz chamada especial com filhos de Lola

Clotilde, ao chegar a São Paulo, em uma visita com Olga à loja de tecidos onde trabalha o cunhado, Júlio (Antonio Calloni), conhece o melhor amigo dele: Almeida (Ricardo Pereira), que também é funcionário de Assad (Werner Schünemann).

Ele se apaixona à primeira vista e ela fica encantada com o fascínio do rapaz. Não demora para que Almeida vá à casa de Lola lhe fazer a corte e pedi-la em namoro. Clotilde, a esta altura também apaixonada, diz sim, contrariando as previsões da irmã mais nova. Ela acredita ter finalmente encontrado o amor, mas não terá um caminho tão fácil à sua frente.

Justina (Julia Stockler), Zeca (Eduardo Sterblitch) e Olga (Maria Eduarda de Carvalho) em Éramos Seis (Foto: Raquel Cunha)

Logo descobre, através do próprio Almeida, que ele foi casado e está em processo de desquite. Por mais que a lei lhe permita separar, não permite que ele se case novamente, nem a Igreja, a qual Clotilde é devota. Como se não bastassem os problemas legais, a sociedade vê com maus olhos a separação, tanto para o homem, quanto para a mulher. Clotilde tem, então, que decidir se passa por cima das regras e costumes de sua época, e também dos olhares e comentários da sociedade, para viver sua história de amor.

Olga, por sua vez, encontra fortuitamente uma oportunidade para fazer de Zeca o homem abonado com quem sonha se casar. Na companhia de Lola e Clotilde, visita a rica tia Emília (Susana Vieira), mãe de sua prima Justina (Julia Stockler), que tem um distúrbio mental que provoca uma dificuldade no convívio social.

Olga, então, percebe que pode ajudar várias pessoas ao mesmo tempo, inclusive ela própria. Ao sugerir que ela e Zeca passeiem com Justina, acredita que é uma boa oportunidade para ganhar a confiança da tia, que passa a contar com o boticário para cuidar de seus negócios em Itapetininga. Desta forma, além de distrair a prima, oferece ao amado a chance de construir sua própria riqueza.

SIGA O TVFOCO NO INSTAGRAM E FIQUE POR DENTRO DE TUDO! CLIQUE/TOQUE AQUI.

ANÚNCIOS

ANÚNCIOS

Comentários recentes

CONHEÇA

ASSISTA!

;