Celebridades

Evandro Santo reclama de Natal e dispara: “Não sei pra que tanto sofrimento”

Evandro Santo em A Fazenda (Foto: Reprodução)

Nesta terça-feira (23), em A Fazenda 10, Evandro Santo e os peões começaram a compartilhar histórias vividas com a família. Durante o papo, o humorista revelou que não entendia o Natal, não sabia o motivo de tanto sofrimento. “Não entendo Natal, não sei pra que tanto sofrimento”, reclamou.

+Após término, Bruna Marquezine cala perguntas sobre Neymar: “Estou ótima solteira. Estou curtindo a vida”

“É um horror, tem que achar presente, todo mundo inchado de comida, aguentando parente que a gente não gosta. Aqueles agregados que ninguém sabe de onde vem tomando todo o champanhe. Sem contar a loucura que o mês todo se movimenta em torno do Natal. O melhor é o dia seguinte, que a comida pegou mais tempero e você pode visitar os amigos depois de comer”, opinou Evandro.

+Emilly assume relacionamento com torcedor brasileiro que assediou jornalista na Copa do Mundo na Rússia

Na família de Catia Paganote ocorria o oposto do que Evandro havia falado. Por ter uma família pequena, ela curtia muito a ocasião. “Eu me divirto com minha família mesmo, minha filha. Não tem muita gente, agregado, são sempre as mesmas pessoas”, afirmou.

Evandro Santo detona Caique Aguiar (Foto: Reprodução/PlayPlus)
Evandro Santo (Foto: Reprodução/PlayPlus)

MÃE DE EVANDRO FALA SOBRE VÍCIO DO FILHO

Quem acompanha a atual temporada de A Fazenda deve lembrar que Evandro Santo relatou em algumas conversas com os confinados do programa sobre o seu vício nas drogas. O assunto acabou gerando uma grande repercussão e comoção nas redes sociais. A mãe do humorista, Helena, falou sobre a trajetória de vida do filho e sobre sua busca constante para realizar seus sonhos.

Para o UOL, ela contou que Evandro Santo fugiu de casa aos 14 anos. “Ele dizia para mim: ‘Mãe, não se apegue muito não porque um dia eu vou voar’. Aí ele fugiu de casa, entrei em pânico, fui na polícia, depois ele entrou em contato comigo, disse que se eu fosse atrás, ele ia mais longe. Foi quando ele me avisou estava em um pensionato”, disse ela.

Helena ficou sem ver o filho durante 21 anos e conta que aceitou bem quando ele revelou sua sexualidade. No entanto, o padrasto dele se mostrou resistente. “Ele morava comigo na época, então o padrasto não aceitou muito, não. Nunca tive preconceito de nada, aceitei de boa, nunca critiquei ele, cada um escolhe seu caminho. O padrasto era aqueles homens machistas e não aceitava”, contou. Apesar das desavenças, Helena informou que sua relação com Evandro Santo atualmente está maravilhosa.

A mãe do peão tocou no assunto do vício do humorista nas drogas. Na ocasião, ele precisou ser afastado do Pânico para poder se internar. “O Emílio [Surita] foi um pai para ele, foi maravilhoso, deu muito conselho… Ele quis se internar e os amigos também apoiaram. Já tinha presenciado ele sob efeito de drogas, é muito triste, ele ficava falando muito. Eu percebia que ele estava alterado. Eu ia muito a São Paulo na época. Acho que [o vício] foi por causa de estresse e cobrança, a vida dele era muito corrida, tinha teatro, rádio, ‘Pânico’, então ele ficou muito estressado. Ele nunca quis falar que drogas usou”, contou ela.

Nadja Pessoa e Gabi Prado, conforme noticiado mais cedo aqui no TV Foco, tiveram uma nova discussão na madrugada desta terça-feira, 23 de outubro, após a formação da roça. Depois da briga, a modelo conversou com os demais peões sobre o movimento feminista e disse que se considera empoderada.

“Uma palavra para definir a Nadja é burra. Eu chamei ela de baranga porque ela falou: ‘Eu não falo mais com você a partir de hoje’. Aí eu chamei ela de baranga e ela falou comigo. Mesmo porque eu já falei que ela é maravilhosa, eu acho ela linda. Está gravado que eu acho ela bonita. Mas ela é burra”, declarou ela.

E prosseguiu: “Quando eu falei aqui que eu era feminista? Eu nunca falei que era feminista. Eu não preciso ser feminista para ser empoderada. E ela fala: ‘Você e a Luane ficam dizendo a torto e a direito que são feministas’. Questão de posicionamento não precisa ter nome”. Gabi Prado não parou por aí.

“E ela se defende por ser mulher, mas não é por ela ser mulher que eu sou obrigada a concordar e gostar dela. Hoje eu falo com todas as letras para quem quiser escutar, eu não gosto dela. Não gosto da presença dela, de quem ela é, das coisas que ela fala. E eu não tenho medo nenhum de ir para a roça com ela”, finalizou.

Confira a audiência detalhada de todas as novelas da Globo semana a semana aqui

Siga o TV FOCO no Google Notícias e receba as informações bombásticas da TV e dos famosos em primeira mão - Clique Aqui!

Sobre o autor

Lary Flávia