Jair Bolsonaro

Jair Bolsonaro

Ex-aliado de Bolsonaro denuncia que presidente agrediu Michelle e confirma: “Estava toda marcada”

Bolsonaro e Michelle (Reprodução)
Bolsonaro e Michelle (Reprodução)

Ex-aliado de Jair Bolsonaro faz grave denúncia de agressão do presidente contra a primeira-dama

Um ex-aliado de Jair Bolsonaro (PL), o deputado Julian Lemos, trouxe à tona uma grave denúncia contra o atual presidente da república. De acordo com ele, durante sua participação no podcast ‘Arretado’, o deputado confirmou que viu marcas de agressão em Michelle Bolsonaro.

Segundo relato de Julian Lemos, ex-aliado do presidente, Bolsonaro teria agredido Michelle fisicamente no Palácio do Planalto, em Brasília. Vale destacar que, após perder as eleições em segundo turno, o casal deixou até de se seguir nas redes sociais.

+Ex-marido de Carlinhos Maia disse o que faz na cama, confirmou ter usado calcinha e sobre sex# a 3: “Sou guloso”

Michelle e Jair Bolsonaro
Michelle e Jair Bolsonaro (Reprodução)

Muito se especulou na mídia se haveria uma crise no casamento deles depois disso. Portanto, o ex-aliado foi perguntado sobre o fato no podcast, que disparou o que sabe: “A relação é de fachada.”, disse o parlamentar de acordo com suas alegações.

Julian Lemos ainda trouxe mais detalhes da relação conturbada de Michelle e Jair Bolsonaro. Ele disse na entrevista que a primeira-dama não quer ver o presidente. Durante as primeiras férias, enquanto Bolsonaro foi para uma ilha, Michelle colocou silicone. 

Veja também

O deputado Julian Lemos fez grave denúncia contra o presidente
O deputado Julian Lemos fez grave denúncia contra o presidente (Reprodução)

De acordo com o ex-aliado, Bolsonaro agrediu a primeira-dama fisicamente antes mesmo do discurso da derrota, por isso ela não estava ao seu lado. Ele afirmou categoricamente: “Ela estava toda marcada.”, escancarou ele. No entanto, o deputado não apresentou nenhuma prova que corroborasse sua suposta denúncia no podcast.

+Irmão de Bruno Gagliasso causou espanto ao contar sobre o que Gio Ewbank falou: “Falar da nossa mãe”

AMEAÇOU

“Mande Bolsonaro me chamar de traidor para ver o que eu boto aí.”, ameaçou Julian Lemos, alegando ter provas contra o presidente, mas não quanto as agressões. No Nordeste, o ex-aliado foi coordenador da campanha de Jair Bolsonaro em 2018. Depois do rompimento com o presidente, ele não conseguiu se reeleger.

De acordo com a colunista Juliana Dal Piva, do portal UOL, Jair Messias Bolsonaro esteve envolto em muitas brigas com seus familiares durante a campanha para a reeleição, fosse com o filho, Carlos Bolsonaro e a primeira-dama Michelle, além de discussões entre Carlos, Flávio e Eduardo Bolsonaro.

A primeira-dama e o presidente em campanha
A primeira-dama e o presidente em campanha (Reprodução)

🚨 Substitutos de Ana Maria batem boca + Ator diz que foi humilhado pela Globo + Adeus Rodriguinho?

NOS SIGA NO INSTAGRAM

Logo do TvFoco

TV FOCO

📺 Tudo sobre TV e Famosos que você precisa saber.

@tvfocooficial

SEGUIR AGORA

Quem escreve

Gustavo Melo

Apreciador da cultura pop das décadas passadas e muito antenado no mundo atual das celebridades. Sou também um Cinéfilo crítico, colecionador de filmes, livros e discos de vinil. E assumo que foi Chespirito (Roberto Bolaños) quem formou meu caráter e bom humor. Email: [email protected]