Celebridades

Celebridades

Ex atriz da Record ganha ação contra emissora e fala sobre a demissão: “me senti muito humilhada”

(Foto : Divulgação)
(Foto : Divulgação)
(Foto : Divulgação)

Iris Bruzzi, de 82 anos, obteve a primeira vitória numa ação contra a Record, conforme a Sentença da Juíza de Direito Heloisa Juncken Rodrigues, da 72ª Vara do Trabalho do Rio de Janeiro.

A decisão obriga a emissora a reconhecê-la como ex-funcionária, fazendo anotações em sua carteira de trabalho, e a pagar obrigações trabalhistas não cumpridas de 2006 a 2014, além da reposição de reajustes salariais. O valor da indenização ainda será calculado, segundo informações do jornalista Flávio Ricco.

Em entrevista ao jornalista Daniel Castro, a atriz comentou sobre a demissão. “Foi um baque enorme. Me avisaram dois dias antes de o contrato vencer. Tinha minha vida, minhas contas para pagar. Tive que entregar meu apartamento, vender minhas coisas e vir morar com meu filho nos Estados Unidos. Eu chorava, me senti muito humilhada”, conta a atriz, hoje com 81 anos.

Íris foi contrada pela Record em 15 de setembro de 2006, após fazer sucesso na Globo como a ex-vedete Guida Guevara na novela Belíssima (2005), de Silvio de Abreu. Até 30 de agosto de 2014, quando foi dispensada, atuou em seis novelas: Vidas Opostas (2006), Chamas da Vida (2008), Ribeirão do Tempo (2010), Máscaras (2012), Balacobaco (2013) e Pecado Mortal (2013).

Veja também

VÍDEO YOUTUBE: Patricia Poeta tem atitude absurda + Simaria dá recado sobre paixão por cunhado

Quem escreve

Aloizio Júnior

Aloizio Júnior ingressou na faculdade de Direito, mas é encantado por Medicina e hoje em dia é um vestibulando. Falar sobre TV sempre foi um hobby e faz isso desde 2008. Atento sobre todas as novidades no mundo da TV, entrou para a equipe do TV Foco em agosto de 2012.

TV Foco AO VIVO Acompanhe

Comentários

Nossa política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Ler comentários