urgente

Falência exposta por Bocardi e veredito da ANS: O FIM de plano de saúde colossal da Unimed após 45 anos

17/06/2024 às 16h00

Por: Rafael Silva
Imagem PreCarregada
Rodrigo Bocardi / Unimed - Montagem: TVFOCO

Tudo sobre a falência de plano da Unimed exposta por Bocardi

Rodrigo Bocardi, âncora do Bom Dia SP, em link com o Bom Dia Brasil, acabou noticiando sobre a falência de um plano de saúde colossal da Unimed após 45 anos.

Na ocasião, foi confirmado que um dos maiores planos de saúde de São Paulo, a Unimed Paulistana quebrou. As mensalidades recebidas somavam mais de R$ 2,7 bilhões. Mesmo assim, ANS descobriu um desequilíbrio financeiro profundo no convênio. Os 744 mil segurados tiveram direito a trocar de operadora com as mesmas coberturas.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Assim, na atração da Globo foi confirmado que a Unimed Paulistana quebrou e teve que repassar mais de 700 mil clientes para outra operadora.

De acordo com informações do G1, divulgadas em 2016, a ANS publicou no Diário Oficial da União (DOU) a decretação de liquidação extrajudicial da operadora Unimed Paulistana. Com a medida, a ANS retirou, definitivamente, a empresa do mercado de planos de saúde.

Continua após o Veja Também

Veja também

Na época, segundo a Agência Nacional de Saúde Suplementar, os consumidores puderam escolher um dos planos disponíveis no Sistema Unimed ou buscar produtos em qualquer operadora de plano de saúde.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Unimed Paulistana foi à falência em 2015 (Reprodução: Internet)
Unimed Paulistana foi à falência (Reprodução: Internet)

O que aconteceu com a Unimed Paulistana?

Ainda de acordo com a ANS, o beneficiário que estivesse cumprindo carência ou cobertura parcial temporária na Unimed Paulistana poderia exercer a portabilidade extraordinária de carências sujeitando-se aos respectivos períodos remanescentes na outra operadora escolhida.

Unimed Paulistana - Foto Internet
Unimed Paulistana – Foto Internet

Caso o plano de destino possuísse a segmentação assistencial mais abrangente do que o plano em que o beneficiário estava vinculado, poderia ser exigido o cumprimento de carência no plano de destino somente para as coberturas não previstas no plano de origem.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Por fim, é válido lembrar ainda que a Unimed Paulistana existiu por 45 anos. Fundada em 1971, a Unimed Paulistana enfrentou uma crise financeira e fechou 2014 com patrimônio líquido negativo em R$ 169 milhões e um passivo tributário de R$ 263 milhões, segundo o último relatório de gestão.

Confira a nota divulgada pela ANS:

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) publicou, nesta segunda-feira (01), no Diário Oficial da União (D.O.U), a decretação de liquidação extrajudicial da operadora Unimed Paulistana, por meio da Resolução Operacional (RN) nº 1.986. A medida encerra o processo de retirada ordenada e definitiva dessa empresa do mercado de planos de saúde”, disse.


“No mesmo dia, com a finalidade de assegurar os direitos dos beneficiários remanescentes na operadora, a ANS também publicou a Resolução Operacional 1.987, que prorroga por mais 30 dias o prazo para que esses consumidores exerçam a portabilidade de carências. Com isso, eles podem escolher um dos planos disponíveis no Sistema Unimed ou buscar produtos em qualquer operadora de plano de saúde, sem necessidade de cumprir novos períodos de carência”, pontuou.

Os beneficiários remanescentes da operadora podem fazer a portabilidade, independentemente do tipo de contratação e da data de assinatura dos contratos.
Vale lembrar que o beneficiário que estiver cumprindo carência ou cobertura parcial temporária na Unimed Paulistana pode exercer a portabilidade extraordinária de carências sujeitando-se aos respectivos períodos remanescentes na outra operadora escolhida. Caso o plano de destino possua a segmentação assistencial mais abrangente do que o plano em que o beneficiário está vinculado, poderá ser exigido o cumprimento de carência no plano de destino somente para as coberturas não previstas no plano de origem
“, explicou na época.

🚨 Tati Machado titular do Encontro + Estrelas intocáveis da Globo + Datena fora da Band: "Não tem dinheiro"    

Destaque
Unimed
Rafael Silva

Autor(a):

Eu sou Rafael Silva, tenho 28 anos e sou Arquiteto e Urbanista por formação pela Universidade Potiguar. Viciado em estar por dentro de tudo que acontece, sou Redator Web por vocação. Sempre foi apaixonado por escrita e leitura e me encontrei no mundo do entretenimento. Acompanho a vida dos famosos e celebridades diariamente pelos seus perfis das redes sociais e faço matérias sobre as fortunas dos artistas e suas mansões elegantes . Adoro jogar vídeo game e assistir séries e filmes. Minhas redes sociais são: [email protected]

Botão de fechar
Utilizamos cookies como explicado em nossa Política de Privacidade, ao continuar em nosso site você aceita tais condições.