Fábio Assunção

Fábio Assunção abre o jogo sobre drogas que consome: ‘Hoje eu sou livre mas já tive medo’

Fábio Assunção (Foto: Reprodução/Twitter)
Fábio Assunção (Foto: Reprodução/Twitter)

Fábio Assunção falou da polêmica das drogas

O ator da Globo Fábio Assunção já sextou voltando ao Twitter, agora com uma conta verificada. Em comemoração a isso, ele deu uma entrevista para a própria rede social.

Na entrevista, transmitida como vídeo ao vivo, o jovem surgiu com novo visual e falou sobre o vídeo em drogas. “Falar sobre o vício tem a ver com minha maturidade sobre o assunto. A questão da droga é que tem tanta coisa envolvida nela, né? É ilegal, tem aspectos religiosos, políticos… É um assunto complexo porque envolve muitos interesses”, disparou Fábio.

+ Fábio Assunção surpreende a todos com nova aparência e faz triste lamentação: “Medo de ser bombardeado”

Fábio Assunção (Foto: Reprodução/ Instagram) Globo
Fábio Assunção (Foto: Reprodução/ Instagram)

Além disso, ele opinou que não há um consenso de como deve ser abordado. As pessoas que passam por isso tendem a se isolarem, esconderem, porque o julgamento é muito grande. Fábio Assunção contou que agora se sente livre, contudo já teve medo durante muito tempo, mas como já fui julgado, condenado, absolvido, fala à vontade, e sem pretensão de ser uma voz sobre isso. O vício, você não tem nenhuma distinção, é coisa do ser humano. Não tem distinção de classe, racial… São coisas que a gente bota pra fora de alguma forma. Não tem nada a ver com caráter, declarou.

Fábio Assunção também comentou sobre as brincadeiras que fazem com ele, como um símbolo de viver a vida adoidado. O rapaz contou que nunca uma pessoa falou pra ele: ‘Você é um drogado’. Pelo contrário, sempre foi ‘não é possível, eu preciso mandar para os meus amigos que eu te vi’. Sente que tem uma brincadeira com ele que, de certa forma, é um carinho. Acha que humanizou [para as pessoas], virou gente nesse processo todo.

O galã também esclareceu sobre sua escalação para Onde Está Meu Coração série da Globo, ainda sem previsão para ir ao ar, em que Fábio Assunção vive o pai de uma usuária. Na história, a jovem é vivida por Letícia Collin, uma médica de 30 anos que usa crack escondido de todos.

Fábio contou que achou incrível essa série porque vai colocar esse debate (das drogas) entre as famílias brasileiras. Você vê uma família que quer dar certo, mas é atravessada por milhões desses problemas. Foi muito emocionante ter feito a série, foi o trabalho que mais o tocou em toda a vida. Vai ficar uma obra linda, em todos os aspectos, elogiou.

SIGA O TVFOCO NO INSTAGRAM E FIQUE POR DENTRO DE TUDO! CLIQUE/TOQUE AQUI.

ANÚNCIOS

ANÚNCIOS

Comentários recentes

CONHEÇA

ASSISTA!

;