Celebridades

Fagner se arrepende de voto em Bolsonaro e dispara contra o presidente em programa da Globo

O cantor Raimundo Fagner falou do governo do presidente Jair Bolsonaro (Foto: Reprodução)
O cantor Raimundo Fagner falou do governo do presidente Jair Bolsonaro (Foto: Reprodução)

Um dos cantores mais populares da música brasileira, Fagner surpreendeu quando, no ano passado, anunciou seu voto no segundo turno para o então candidato à presidência, Jair Bolsonaro. O cantor fez isso após ver montagens suas circulando na internet em que ele era apresentado como apoiador do candidato opositor, Fernando Haddad (PT).

“Amigo Jair, bom dia! Quero prestar meu apoio à sua candidatura a presidente do Brasil na confiança de que sua vitória trará para o nosso país uma política voltada para o nosso povo, quer seja por sua imensa diversidade regional ou diversidade ideológica, afirma Fagner na gravação“, disse o ícone da música nacional na época.

+Órfãos da Terra: Laila desconfia de Dalila e rejeita doação da vilã

+A Dona do Pedaço: Gay, Agno flagra traição da esposa e reação é chocante

+Reinaldo Gottino deixa o Balanço Geral na Record, vai para o hospital às pressas e flagra acaba vazando

Tendo votado em Ciro Gomes, seu conterrâneo, na primeira etapa da eleição, ele revelou que está decepcionado com a forma como Bolsonaro vem governando até aqui. Seguindo a análise de muitos especialistas em política, Fagner opinou no programa Conversa com Bial que o líder máximo do executivo nacional parece ainda não ter saído da campanha.

Tem horas que parece que ele continua na campanha, que ele não combina com a turma dele. Tá sempre tendo um disse-me-disse. Frustra um pouco. Passa uma impressão de amadorismo […] Ele não disse que é presidente de todos os brasileiros? Então não é o momento de ficar provocando, ele já fez isso na campanha“, disse o cantor.

Jair Bolsonaro em entrevista a Danilo Gentili no The Noite (Foto: Gabriel Cardoso/SBT)
Jair Bolsonaro em entrevista a Danilo Gentili no The Noite (Foto: Gabriel Cardoso/SBT)

Sobre a manifestação pública de apoio ao então candidato, Fagner revelou que só o fez após ter seu nome associado ao PT, partido envolvido em imensos escândalos de corrupção. “No final da campanha começaram a exibir fotos minhas com camiseta do 13. Então desmenti e afirmei. Eu estava querendo essa mudança”, disparou.

Fagner também já se envolveu algumas polêmicas, como na época em que criticou a Lei Rouanet, mas foi confrontado pelo fato de que sua biografia foi financiada com dinheiro público. “Quando eu critiquei, acho que foi por causa dos valores altos. Esse livro eu também não sabia, quando soube já tinham pedido”, se justificou ele.

+Globo fica furiosa com vazamento, se vinga da Record e barra contratação de Ivan Moré

Vale lembrar que Regina acabou cometendo uma gafe em sua rede social quando publicou o vídeo de Fagner com a declaração de voto. Isso porque, em vez de marcar o perfil do cantor, ela acabou mencionando o lateral-direito Fagner, jogador do Corinthians da Seleção Brasileira.

Participe agora do grupo do TV FOCO no Telegram e receba tudo sobre BBB - Clique aqui

Siga o TV FOCO no Google Notícias e receba as informações bombásticas da TV e dos famosos em primeira mão - Clique Aqui!

Sobre o autor

Fernando Lopes

Escreve sobre televisão desde 2013.