urgente

Carne podre, interdição da Vigilância Sanitária e falência: Açougue tradicional chega ao fim com escândalo


Falência / Açougue - Montagem TVFOCO

Açougue tradicional chega ao fim com escândalo e falência

Com nada mais, nada menos que, carne podre, interdição da Vigilância Sanitária e falência, nesta sexta-feira (3), vocês irão relembrar tudo sobre a delicada situação que se envolveu uma grande empresa.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Telegram

Em suma, vamos relatar a história de um açougue tradicional que chegou ao fim com um verdadeiro escândalo. Acontece que uma famosa casa de carnes em Cuiabá especializado na venda de peças nobres, teve sua falência decretada no final de 2023 pelo tribunal de justiça devido a uma dívida acumulada de R$ 2 milhões.

A reputação da empresa sofreu um golpe significativo no início de 2023, quando uma operação da vigilância sanitária revelou a presença de 825 kg de carne deteriorada no local. As informações são do portal Folha do Estado.

Sendo assim, em decisão datada de 8 de dezembro do ano citado, a juíza da 1ª Vara Cível de Cuiabá, Anglizey Solivan de Oliveira, determinou que a Casa de Carnes Vargas não demonstrou capacidade financeira para quitar suas dívidas. Apesar de um dos credores ter proposto o arrendamento da massa falida para manter o negócio em funcionamento, a juíza considerou que essa medida beneficiaria apenas a empresa interessada, não atendendo aos demais credores.

Receba nossas notícias diretamente no seu WhatsApp


Na decisão publicada recentemente, a juíza concluiu que a Casa de Carnes Vargas não possui os meios necessários para quitar suas dívidas por meio de um processo de recuperação judicial. Diante disso, o processo foi convertido em falência. Assim, com a declaração de falência, os bens da empresa são liquidados para pagamento dos credores, seguindo uma ordem prioritária que privilegia inicialmente os trabalhadores e os tributos federais.

Veja também

Na sequência, são quitadas as hipotecas, penhoras, as dívidas quirografárias, seguidas pelos acionistas e sócios.

Casa de Carnes Vargas em Cuiabá - Internet
Casa de Carnes Vargas em Cuiabá – Internet

Para quem não sabe, em janeiro de 2023, durante uma ação conjunta envolvendo fiscais da Vigilância Sanitária e agentes da Polícia Judiciária Civil (PJC), aproximadamente 825 quilos de produtos de origem animal, incluindo carne bovina, de frango e linguiça, foram apreendidos no estabelecimento.

Casa de Carnes Vargas - Foto Internet
Casa de Carnes Vargas – Foto Internet

A fiscalização revelou que o açougue adquiria carcaças, realizava o processo de desossa e acondicionava as carnes em embalagens com sua própria marca de maneira irregular.

O que acontece com uma empresa depois da falência?

Para quem não sabe, após decretar a falência, os bens da empresa, assim como do empresário, podem ser reunidos e liquidados.

Ou seja, serão usados para pagar tudo que deve. Além disso, os proprietários e sócios da empresa não podem exercer qualquer atividade empresarial até o fim do processo judicial de falência.

🚨 Davi assume uso de dinheiro doado ao RS + Globo crava desfecho do campeão + Dona Déa é DETONADA         

NOS SIGA NO INSTAGRAM

Logo do TvFoco

TV FOCO

📺 Tudo sobre TV e Famosos que você precisa saber.

@tvfocooficial

SEGUIR AGORA

Autor(a):

Eu sou Bianca Rayla, Administradora por formação, pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte- UFRN e Redatora Web por amor e vocação. Apaixonada por cobrir o mundo das celebridades desde 2018, já passei por diversos sites do mundo do entretenimento. Apaixonada por música sertaneja e uma boa fofoca, faço matérias diariamente sobre os mais diversos assuntos, com foco nos artistas da Globo , os quais tenho grande admiração. Meu e-mail é: bianca.rayla@otvfoco.com.br Minhas redes sociais são: