FECHOU AS PORTAS

Falência decretada e compra das Casas Bahia: O fim de rede varejista, amada por brasileiros, após décadas

18/06/2024 às 0h31

Por: Lucas Brito
Imagem PreCarregada
Lojas de empresa falida ficaram para as Casas Bahia (Foto: Divulgação)

Referência de marketing, a empresa decretou falência e foi vendida à atual dona, que segue atuando no mercado

Uma importante rede de lojas teve uma grande história no setor do varejo no Brasil. Foram longas décadas de sucesso, até que veio a surpreendente confirmação de falência.

Fundada em 1956, a Ultralar foi criada pelo empresário Ernesto Igel. Naquela época, o marketing foi revolucionário e assustou a concorrência: a comercialização de fogões foi associada aos botijões de gás.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Eles fecharam um acordo multimilionário com a Empresa Brasileira de Gás a Domicílio, a atual Ultragás. Essa parceria foi certeira e as vendas estouraram para o grupo que passou a fazer grandes investimentos.

Falência, Ultralar, Casas Bahia
Fundada nos anos 50, a Ultralar estourou em vendas no auge, mas decretou falência e foi comprada pelas Casas Bahia (Foto: Divulgação)

Segundo a CNN Brasil, na década de 90, a Ultralar começou a enfrentar dívidas e precisou passar por uma reestruturação. Porém, o plano foi em vão. Na virada para os anos 2000, eles decretaram falência.

Continua após o Veja Também

Veja também

Boa parte das lojas foram compradas pelas Casas Bahia. Durante o auge, o grupo chegou a abrir uma linha de mercados inspirado no Pão de Açúcar. Mas, no processo, eles foram arrematados pelo Carrefour.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Depois disso, todas as unidades assumiram o nome das atuais donas. Ao todo, a rede esteve em funcionamento por 44 anos, até que as lojas fossem vendidas e a marca sumisse do mapa das varejistas.

Falência, Casas Bahia, Ultralar
Segundo a CNN Brasil, as Casas Bahia compraram as lojas da Ultralar e o Carrefour ficou com os mercados, após processo de falência (Foto: Divulgação)

Uma empresa pode reverter a falência?

Essa ação pode ser cancelada através de uma rescisória. Mas, caso não aconteça, o processo reúne os bens da instituição e dos donos, apontando o que deve ser liquidado para pagar as dívidas em aberto.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

🚨 Globo arranca Ana e Poeta do ar por R$ 450M + Maju fora do Fantástico na surdina + Ratinho defende ex de Iza    

à beira da falência
Casas Bahia
Destaque
Ultralar
Lucas Brito

Autor(a):

Lucas Brito é um jornalista que ama conversar sobre tudo, mas em especial sobre música, culturas, teorias e boas histórias. Seu maior objetivo é conseguir se tornar um grande comunicador e ter espaço para tratar de assuntos sociais que considera importantes, além de poder opinar sobre a ficção, como séries e novelas. Email: [email protected]

Botão de fechar
Utilizamos cookies como explicado em nossa Política de Privacidade, ao continuar em nosso site você aceita tais condições.