TRISTE FIM

Arrancado das ruas de São Paulo: Falência de aplicativo tão gigante quanto a Uber chega com calote de R$ 35 milhões

08/07/2024 às 23h27

Por: Lucas Brito
Imagem PreCarregada
Falência de aplicativo rival da Uber (Foto: Divulgação)

Surpreendentemente, no Brasil, mais de 125 milhões de pessoas já fizeram uso da Uber, que se tornou quase que indispensável no cotidiano. O aplicativo surgiu há 15 anos, na Califórnia, nos Estados Unidos, se expandindo para o mundo todo.

Hoje, o serviço está presente em mais de 10 mil cidades. Ao longo de uma década e meia, apareceram outras grandes concorrentes no mercado, apresentando propostas alternativas à plataforma, mas, por causa da forte concorrência, nem todas conseguiram se manter ativas.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Grow, Uber
Fusão da Yellow e da Grin rendeu a criação da Grow, que foi uma alternativa aos carros da Uber (Foto: Divulgação)

Em 2019, a Grow foi lançada como uma fusão de outras duas empresas, a Yellow e a Grin, que contavam com uma frota de 135 mil patinetes e bicicletas na América Latina, na intenção de fugir do trânsito caótico das grandes cidades. Ao todo, eram 1.100 funcionários.

Segundo o G1, da Globo, os veículos individuais se espalharam com força pela região central de São Paulo. No início, o sucesso foi bem rápido, principalmente entre aqueles que queriam fugir dos carros, como é oferecido na Uber. Porém, após o auge do sucesso, veio a crise.

Continua após o Veja Também

Veja também

Em 2020, na pandemia, a companhia anunciou que estava passando por uma reestruturação e deu fim às bicicletas no Brasil. Eles entraram com um plano de Recuperação Judicial, com o objetivo de ter uma chance para que organizarem as contas e evitar o fim definitivo das atividades. Essa ação durou 3 anos, mas, sem conseguir seguir com o planejado, acabaram tendo falência decretada.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Em novembro de 2023, o grupo alegou que, por circunstâncias alheias à própria vontade, não poderia honrar com o cumprimento do processo. Por causa disso, a dissolvência foi inevitável, reunindo os bens da empresa e dos donos para pagar as dívidas em aberto. De acordo com a Folha de S. Paulo, as contas eram de R$ 35 milhões, que seriam quitadas com o estoque formado por centenas de patinetes.

Grow, Uber, Falência
Falência da Grow no Brasil foi decretada em novembro de 2023 (Foto: Divulgação)

É possível reverter a falência?

Essa ação pode ser cancelada através de uma rescisória. Mas, caso não aconteça, o processo reúne os bens da instituição e dos responsáveis, apontando o que deve ser liquidado para pagar as dívidas em aberto. Ele pode durar longos anos na Justiça, até ser calculado e concluído.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

🚨 Carlos Alberto expõe afastamento de Silvio Santos + Davi vive novo inferno + Desfecho de Tralli na Globo    

Aplicativo Uber
Destaque
Falência decretada
Grow
Lucas Brito

Autor(a):

Lucas Brito é um jornalista que ama conversar sobre tudo, mas em especial sobre música, culturas, teorias e boas histórias. Seu maior objetivo é conseguir se tornar um grande comunicador e ter espaço para tratar de assuntos sociais que considera importantes, além de poder opinar sobre a ficção, como séries e novelas. Email: [email protected]

Botão de fechar
Utilizamos cookies como explicado em nossa Política de Privacidade, ao continuar em nosso site você aceita tais condições.