TRISTE FIM!

Falência, demolição e despejo: Fim de shopping nº1 da Barra Funda em SP por culpa do Bourbon engolindo tudo

09/07/2024 às 22h05

Por: Wellington Silva
Imagem PreCarregada
Falência de shopping (Foto: Reprodução, Montagem - TV Foco)

Após grandes problemas e a chegada do Bourbon, amado shopping da Barra Funda de São Paulo, teve suas portas fechadas definitivamente

No coração pulsante da Barra Funda, o emblemático shopping nº1 encerrou suas atividades, marcando o fim de uma era para a comunidade local. Inundado por uma onda de falências e demolições, o destino do complexo comercial foi selado, apontando para uma transformação radical na paisagem urbana.

A ascensão do Bourbon Shopping como um colosso comercial na região serviu não apenas como um rival, mas como um devorador voraz de concorrência, consolidando sua posição dominante.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Shopping colossal de SP encerra atividades após 20 anos - Foto: Montagem
Shopping colossal de SP encerra atividades após 20 anos – Foto: Montagem

O Shopping Center Matarazzo, também conhecido como Shopping Matarazzo, foi um pequeno complexo comercial situado no bairro da Pompéia, zona oeste de São Paulo.

Localizava-se na intersecção da Rua Turiaçu (atual Rua Palestra Itália) com a Avenida Pompéia, onde hoje está o Bourbon Shopping São Paulo.

Continua após o Veja Também

Veja também

Inaugurado em outubro de 1975, o shopping era propriedade das Indústrias Reunidas Fábricas Matarazzo, um dos principais conglomerados comerciais da região de Pompéia e Barra Funda na época.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Inicialmente concebido como um strip center, combinando um supermercado com uma linha de lojas adjacentes, o Shopping Matarazzo foi bem recebido pelo público à época de sua abertura. Suas atrações incluíam o supermercado Jumbo Eletro e um restaurante McDonald’s no estacionamento externo, ainda presente no local até hoje.

Declínio

De acordo com o Wikipédia, em 1991, com a abertura do Shopping West Plaza nas proximidades, o Shopping Matarazzo passou por várias reformas. Uma disputa interna entre a família Matarazzo e o Grupo Pão de Açúcar, proprietário do supermercado Jumbo Eletro, resultou no fechamento desta loja âncora, substituída posteriormente pelo supermercado Cândia (posteriormente vendido para a rede Sonda). Além disso, foram adicionados uma praça de alimentação e uma pista de patinação Maxi-Roller.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Apesar dos esforços para revitalizar o empreendimento, o shopping foi a leilão em 1997 devido a dificuldades financeiras e administrativas, sendo adquirido pelo grupo Zaffari por 18,5 milhões de reais.

Apesar da venda, o shopping continuou operando no local pelos próximos cinco anos. Em 2002, o Sonda enfrentou questões judiciais devido a uma ordem de despejo emitida pelos novos proprietários, resultando no fechamento da loja do supermercado.

Após a resolução desses problemas legais, o shopping foi finalmente fechado e demolido. As obras para construção do Bourbon Shopping São Paulo começaram no mesmo terreno, sendo inaugurado em março de 2008.

É possível sair da falência?

Sair da falência, no caso de empresas, é um processo complexo que depende de diversos fatores, mas sim, é possível.

No Brasil, existem duas leis principais que tratam da recuperação judicial e da falência:

  • Lei nº 11.101/2005 (Lei de Falências e Recuperação de Empresas): Estabelece os procedimentos para empresas em dificuldade financeira buscarem a recuperação judicial ou a falência.
  • Lei nº 14.112/2021 (Nova Lei de Falências e Recuperação de Empresas): Introduziu alterações na Lei nº 11.101/2005, com o objetivo de modernizar e desburocratizar o processo de recuperação judicial e falência.

🚨 Tati Machado titular do Encontro + Estrelas intocáveis da Globo + Datena fora da Band: "Não tem dinheiro"    

Bourbon
Bourbon Shopping São Paulo
falência
Falência de shopping
Matarazzo
shopping bourbon
Shopping Center Matarazzo
Wellington Silva

Eu sou Wellington Silva, tenho 26 e sou apaixonado pelo mundo dos famosos e reality shows. Tenho formação em Técnico em Redes de Computadores pela EEEP Marta Maria Giffoni de Sousa e me considero redator por vocação. Sou aficionado pela vida dos artistas. Já trabalhei em sites focados em artistas musicais e atualmente trabalho em sites focados nas celebridades no geral. Faço matérias com foco em reality shows, salários dos famosos, cantores, e como um bom noveleiro que sou, sobre as grandes novelas. Posso ser encontrado nas redes sociais como: @ueelitu

Botão de fechar
Utilizamos cookies como explicado em nossa Política de Privacidade, ao continuar em nosso site você aceita tais condições.