ABALOU O MERCADO!

Falência decretada: O fim de banco nº1 mais popular do Brasil após garantir milhões ao Jornal Nacional

01/07/2024 às 20h52

Por: Wellington Silva
Imagem PreCarregada
Falência de Banco - Jornal Nacional (JN) (Foto: Reprodução, Montagem - TV Foco)

A falência de um dos bancos mais populares do Brasil, que há anos garantiu milhões de reais ao Jornal Nacional, marcou o fim de uma era na história financeira do país. Conhecido por sua vasta rede de agências e forte presença no mercado, o banco nº1 deixa um legado complexo.

Fundado em 1928, o Banco Nacional se consolidou como uma das principais instituições financeiras do país durante a década de 1970 e 1980. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

William Bonner e Renata Vasconcellos na bancada do Jornal Nacional (Reprodução: Globo)
William Bonner e Renata Vasconcellos na bancada do Jornal Nacional (Reprodução: Globo)

Sua expansão foi impulsionada por diversos fatores, como:

  • Crescimento da economia brasileira: O período de forte crescimento econômico do Brasil na época favoreceu o desenvolvimento do setor bancário, impulsionando a demanda por crédito e serviços financeiros.
  • Aquisições estratégicas: O Banco Nacional realizou diversas aquisições de outras instituições financeiras, ampliando sua presença no mercado e diversificando seus produtos e serviços.
  • Inovação tecnológica: O banco foi pioneiro na adoção de novas tecnologias, como caixas eletrônicos e sistemas de banco online, o que lhe conferiu uma vantagem competitiva significativa.
Banco Nacional (Foto: Reprodução/ Internet)
Banco Nacional foi a falência (Foto: Reprodução/ Internet)

No auge de sua prosperidade, o Banco Nacional chegou a patrocinar o Jornal Nacional, o principal telejornal da TV Globo, entre 1993 e 1994. Essa parceria com um dos programas mais assistidos do país reforçava a imagem de solidez e confiabilidade da instituição.

Continua após o Veja Também

Veja também

Além disso, em 1984, o Banco Nacional se tornou o principal patrocinador de Ayrton Senna, iniciando uma colaboração que durou até 1994, ano do trágico acidente que tirou a vida do piloto.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Ayrton Senna com boné do Banco Nacional (Foto: Reprodução, Globo Esporte)
Ayrton Senna com boné do Banco Nacional (Foto: Reprodução, Globo Esporte)

Declínio e Falência

No entanto, a partir do final da década de 1980, o Banco Nacional começou a apresentar problemas financeiros. Entre os principais fatores que contribuíram para sua queda estão:

A administração do banco se envolveu em diversas práticas irregulares, como a realização de investimentos arriscados e a concessão de empréstimos sem as devidas garantias.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A contabilidade do banco era maquiada para esconder seus problemas financeiros, o que enganou acionistas, clientes e autoridades.

A crise do Sistema Financeiro Nacional (SFN) no início da década de 1990, que afetou diversas instituições bancárias, também impactou negativamente o Banco Nacional.

Consequências

Segundo dados do Wikipédia, a falência do Banco Nacional em 1995 teve um impacto significativo na economia brasileira e na vida de milhares de pessoas.

Ayrton Senna era um dos grandes responsáveis pela fama da marca (Reprodução: Internet)
Ayrton Senna era um dos grandes responsáveis pela fama da marca (Reprodução: Internet)

Acionistas e clientes do banco perderam grande parte de seus investimentos e depósitos. A falência resultou na demissão de milhares de funcionários, gerando desemprego e instabilidade social.

A falência do Banco Nacional abalou a confiança do público no sistema bancário brasileiro, o que dificultou o acesso ao crédito para empresas e pessoas físicas.

É possível se recuperar da falência?

De acordo com a Lei 11.101/2005, posteriormente complementada pela Lei 14.112/2020, somente a empresa devedora pode pedir a recuperação judicial.

Entre as pessoas físicas, somente o produtor rural que atua como pessoa física pode fazer a solicitação.

🚨 Tati Machado titular do Encontro + Estrelas intocáveis da Globo + Datena fora da Band: "Não tem dinheiro"    

Ayrton Senna
Banco Nacional
falência
Falência de Banco
Jornal Nacional
Wellington Silva

Eu sou Wellington Silva, tenho 26 e sou apaixonado pelo mundo dos famosos e reality shows. Tenho formação em Técnico em Redes de Computadores pela EEEP Marta Maria Giffoni de Sousa e me considero redator por vocação. Sou aficionado pela vida dos artistas. Já trabalhei em sites focados em artistas musicais e atualmente trabalho em sites focados nas celebridades no geral. Faço matérias com foco em reality shows, salários dos famosos, cantores, e como um bom noveleiro que sou, sobre as grandes novelas. Posso ser encontrado nas redes sociais como: @ueelitu

Botão de fechar
Utilizamos cookies como explicado em nossa Política de Privacidade, ao continuar em nosso site você aceita tais condições.