Agora

Agora

Demissão em massa, prisão do dono e falência: O fim escandaloso de montadora gigante, rival da Fiat

O fim escandaloso de montadora gigante, rival da Fiat - Fotos: Canva / Internet
O fim escandaloso de montadora gigante, rival da Fiat – Fotos: Canva / Internet

Tente não se impactar ao saber detalhes da história de rival da Fiat, com direito a prisão do dono e falência

Sabemos bem que quando o assunto se trata de grandes montadoras de carros, vocês gostam de ficar sabendo de talhes sobre tudo o que acontece. Quando se trata de falência, então… Pois bem, hoje iremos falar sobre uma rival da Fiat.

Acontece que, com direito a demissão em massa e até mesmo prisão do dono, o desafio agora é tentar não se impactar com tudo o que aconteceu com a famosa marca.

Sem mais delongas, vamos direto aos fatos. Estamos falando da De Tomaso. As informações são do portal Wikipedia.

O que aconteceu com a De Tomaso?

De acordo com o que foi divulgado, a empresa foi fundada pelo argentino Alejandro de Tomas em 1959. Originalmente produzia vários protótipos e carros de corrida, incluindo um carro de Formula 1 para a equipa Frank Williams em 1970. Inclusive, a empresa pode ser considerada como rival da Fiat, pois as duas são marcas Italianas.

Bom, para quem não sabe, a De Tomaso simplesmente entrou em liquidação em 2004, contudo, a produção de carros novos continuou após essa data.

Veja também

Em meados do ano de 2008,  um comprador estava sendo procurado pela fábrica e marcas comerciais De Tomaso, de acordo com os liquidatários nomeados pelo tribunal.

Já no ano seguinte, em 2009, Gian Mario Rossignolo comprou a marca De Tomaso e fundou uma nova empresa chamada De Tomaso Automobili SpA. As informações dão conta de que Rossignolo planejava montar chassis e carrocerias em uma das antigas instalações de produção da Delphi Automotive em Livorno e instalar carrocerias, pintar e finalizar seus carros na antiga fábrica de Pininfarina em Grugliasco.

De Tomaso foi fundada pelo argentino Alejandro de Tomas em 1959 - Foto Internet
De Tomaso foi fundada pelo argentino Alejandro de Tomas em 1959 – Foto Internet
De Tomaso foi fundada pelo argentino Alejandro de Tomas em 1959 - Foto Internet2
De Tomaso foi fundada pelo argentino Alejandro de Tomas em 1959 – Foto Internet

Bom, algum tempo depois, já no ano de 2012, a De Tomaso voltou a ficar à venda depois que seu plano de negócios não conseguiu obter apoio financeiro suficiente.

De forma chocante, em julho de 2012, Rossignolo foi preso na sequência de alegações de que usava indevidamente 7.500.000 € em fundos do governo. Pouco tempo depois, em setembro de 2012, surgiram especulações de que a BMW poderia estar interessada na fábrica da marca para produzir novos modelos BMW.

Pois bem, já em 2014, a oficina original em Módena estava em abandono. Após tantos acontecimentos, foi em abril de 2015, que um tribunal de falências italiano aprovou a venda da empresa para a Consolidated Ideal Team Ventures, com sede em Hong Kong, por 1.050.000 €.

De acordo com o relatório de venda: “Um advogado do comprador anunciou que a Ideal Team Venture planeja produzir carros na China com o nome De Tomaso”.

É válido falar que os direitos da marca De Tomaso foram adquiridos por Norman Choi, da Ideal Team Ventures em 2014. A nova gerência assumiu a tarefa de revitalizar a marca. Cinco anos depois, a empresa lançou seu primeiro produto, o carro esportivo com estilo retrô P72, no Goodwood Festival of Speed, na época do 60º aniversário da marca De Tomaso.

Assuntos

De Tomaso

Quem escreve

Bianca Rayla

Eu sou Bianca Rayla, Administradora por formação, pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte- UFRN e Redatora Web por amor e vocação. Apaixonada por cobrir o mundo das celebridades desde 2018, já passei por diversos sites do mundo do entretenimento. Apaixonada por música sertaneja e uma boa fofoca, faço matérias diariamente sobre os mais diversos assuntos, com foco nos artistas da Globo , os quais tenho grande admiração. Meu e-mail é: bianca.rayla@otvfoco.com.br Minhas redes sociais são: