REVIRAVOLTA!

Falência e prisão: Varejista GIGANTE, rival da Magalu, ressurge das cinzas com novo nome após crise

03/10/2023 às 9h00

Por: Lennita Lee
Imagem PreCarregada
Varejista, rival da Magalu. atravessou por falência e até prisão e hoje ressurge das cinzas com outro nome (Foto Reprodução/Montagem/Tv Foco)

Varejista GIGANTE, rival da Magalu, após passar por pedidos de falência e escândalos hoje está na ativa com outro nome

E uma das principais varejistas, considerada rival da Magazine Luiza, carinhosamente chamada de Magalu, passou por terríveis percalços e crises ao longo do ano de 2022 mas AGORA. aos poucos, está ressurgindo das cinzas e voltando a ficar no páreo novamente.

Estamos falando da Ricardo Eletro, fundada por  Ricardo Nunes, em Divinópolis, Minas Gerais. e permaneceu na ativa desde o ano de 1989,

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Loja da Ricardo Eletro (Foto Reprodução/Internet)
Loja da Ricardo Eletro nasceu em uma cidade mineira em 1989 (Foto Reprodução/Internet)

Entre trancos e barrancos

Segundo o portal Exame, a Ricardo Eletro passou a ver seu negócio bilionário ruir nos últimos anos. A empresa, que já teve mais de mil lojas espalhadas pelo país, acabou enfrentando  2 pedidos de falência só no último ano de  2022.

Apesar disso, praticamente da noite para o dia, a Justiça de São Paulo suspendeu a decisão, criando uma verdadeira incógnita para muitos dos seus credores.

Continua após o Veja Também

Veja também

Na decisão judicial que suspendia a falência, o desembargador Maurício Pessoa, da 2ª Câmara Reservada de Direito Empresarial de São Paulo, afirmou que “a manutenção da quebra poderá gerar danos irreversíveis” e que o processo de recuperação judicial deveria prosseguir.
Fundador da Ricardo Eletro, vira 'coach' após deixar negócio à beira da falência (Foto Reprodução/Exame)
Fundador da Ricardo Eletro, Ricardo Nunes, vira ‘coach’ após deixar negócio à beira da falência (Foto Reprodução/Exame)

Escândalo e prisão

Ricardo Nunes,  já não está à frente da Ricardo Eletro desde o ano de 2019, época essa em que vendeu sua participação para Pedro Bianchi.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Inclusive, vale destacar que naquele momento as coisas já não estavam boas, e segundo ainda de acordo com o  portal Exame, ela já estava  beirando a falência.

Inclusive, Ricardo Nunes, ao que tudo indica, virou coach* após o ocorrido. As dificuldades financeiras já haviam começado, na verdade, no ano de 2015 e foram agravadas com a acusação de que Nunes sonegava impostos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O coach é o profissional que ajuda uma pessoa, por meio de orientação, conselhos e treinamento a atingir um objetivo pessoal ou profissional.

Inclusive, Ricardo Nunes até chegou a ser preso por isso em julho do ano de 2020, mas logo foi solto após prestar devidos esclarecimentos sobre o caso, como podem ver no vídeo abaixo:

Fechamentos e demissões

No mês seguinte, o grupo pediu recuperação judicial, Na época, tinha dívida superior a R$ 4 bilhões. As 300 lojas físicas que haviam resistido foram fechadas, resultando na demissão de 3.600 funcionários.

O plano de recuperação foi aprovado em assembleia por 75% dos credores, mas ainda não havia sido homologado pela Justiça. Com um total de 17 mil credores, o plano apresentado foi contestado por 17 deles judicialmente.
Até meados de 2022, a Ricardo Eletro contava apenas com um e-commerce. mas com poucos produtos disponíveis.

Novo nome

Segundo o portal da Veja, em abril de 2023, a varejista Ricardo Eletro  AGORA, como mencionamos no inicio deste texto, “ressurge das cinzas” usando outro nome, a Nossa Eletro.

As duas primeiras unidades da nova bandeira foram inauguradas recentemente em Minas Gerais após a companhia conseguir reverter sua falência na Justiça.

O objetivo é que até o fim deste ano de 2023 sejam entre 18 e 20 unidades abertas, chegando à marca de 50 lojas em 2024.

Esse movimento ocorreu após o fim da antiga loja. Hoje, são cerca de cem funcionários e segundo o CEO da empresa, Pedro Bianchi, todas essas lojas estão prevista para o ano de 2023 e em Minas Gerais.

Pedro Bianchi (Foto Reprodução/Istoé Dinheiro)
Pedro Bianchi (Foto Reprodução/Istoé Dinheiro)

A expansão da nova rede será suportada pelo desbloqueio de valores que haviam sido penhorados pela Justiça e por meio da venda de ativos. O executivo conta que a dívida da empresa está calculada atualmente em cerca de 3 bilhões de reais.

Ele também está em negociação com a Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional para quitar um passivo de mais de 1,2 bilhão de reais:

“É uma negociação complexa, porque envolve o pagamento de dinheiro e ativos da empresa, mas eu quero quitar esses passivos todos. Não fui eu que fiz essa dívida, mas eu quero resolver isso”

Vale mencionar que Bianchi entrou na operação após a compra da “Máquina de Vendas” pelo fundo de private equity* da Starboard, no ano de  2019.

*Private equity é uma forma de investimento que envolve a compra de participações em empresas que não estão listadas na B3. Em outras palavras, é um tipo de investimento em empresas que não são negociadas publicamente, ou seja, que não estão disponíveis para investimento no mercado de ações

O que é a “Maquina de Vendas”?

Segundo a Wikipédia, a Máquina de Vendas hoje é a terceira maior varejista de eletrodomésticos e móveis e a quinta maior varejista do Brasil. A empresa foi fundada em 29 de março de 2010, com a união da rede mineira Ricardo Eletro à baiana Insinuante.

 

🚨 Tati Machado titular do Encontro + Estrelas intocáveis da Globo + Datena fora da Band: "Não tem dinheiro"    

Magalu
Máquina de vendas
Nossa Eletro
Pedro Bianchi
prisão
Ricardo Eletro
Ricardo Nunes
Sonegação de imposto
Lennita Lee

Autor(a):

Meu nome é Lennita Lee, tenho 32 anos, nasci e cresci em São Paulo. Viajei Brasil afora, e voltei para essa cidade, afim de recomeçar a minha vida.Sou formada em moda pela instituição "Anhembi Morumbi" e sempre gostei de escrever.Minha maior paixão sempre foi a dramaturgia e os bastidores das principais emissoras brasileiras.Também sou viciada em grandes produções latino americanas e mundiais. A arte é o que me move ...Atualmente escrevo notícias sobre os últimos acontecimentos do cenário econômico, bem como novidades sobre os principais benefícios e programas sociais.

Botão de fechar
Utilizamos cookies como explicado em nossa Política de Privacidade, ao continuar em nosso site você aceita tais condições.