Globo

Globo

Demissão em massa, pior crise de audiência da história e redução de custos: será o fim da era Globo?

Globo traça estratégias para 2022 (Foto: Reprodução)
Globo traça estratégias para 2022 (Foto: Reprodução)

A Globo segue sendo a líder absoluta de audiência na maior parte de sua grade de programação, apesar da crise

Por conta da pandemia de Covid-19, os últimos tempos não têm sido fáceis para ninguém, nem mesmo para a Rede Globo. Se antes as novelas eram o carro-chefe do canal, aparentemente a crise chegou até para o setor de dramaturgia da maior emissora do país.

A direção da TV ainda está patinando com as novas tramas pós pandemia, e ao que parece, a emissora carioca tem problemas até com suas futuras produções.

Segundo a colunista do EM OFF, Fábia Oliveira, existe um clima desanimador nos bastidores de Além da Ilusão, próxima novela das 18h, que substituirá Nos Tempos do Imperador. Mesmo trabalhando em um ritmo frenético, até agora, os atores, diretores e produtores sequer sabem quando o folhetim estreará na Globo.

De acordo com a jornalista, todos na produção reclamam da falta de divulgação da própria Globo e temem um efeito similar ao que vem acontecendo com Um Lugar Ao Sol, que é um desastre de audiência.

GRANDE CRISE DE AUDIÊNCIA

Sabe-se que a novela que ocupa o horário “das nove” da Globo sempre foi a grande aposta da emissora, já que o horário é considerado nobre. Mas ao que parece, Um Lugar Ao Sol não caiu no gosto popular e vem gerando prejuízo nos números de audiência do canal.

Veja também

Com a volta das gravações nos estúdios Globo, a trama é a primeira a ser exibida de forma contínua e inédita depois de muito tempo. Mesmo assim, a líder de audiência definiu que a novela terá apenas 107 capítulos – e esse número ainda pode diminuir.

Com isso, Um Lugar ao Sol já se tornou a novela de menor tempo no ar em anos, uma vez que a média é em torno de 120 e 155 episódios.

REDUÇÃO BRUTAL DE CUSTOS E ARRECADAÇÃO DE FUNDOS

Em meio à tantas mudanças impostas pela quarentena, a Globo viu sua receita diminuir bruscamente e precisou tomar algumas medidas emergenciais, como demissões inesperadas, incluindo de grandes estrelas.

Agora, com a volta gradual das atividades, a líder de audiência vem buscando estratégias para se recuperar, e tudo indica que o plano está funcionando. A última decisão importante neste sentido foi a venda 17 torres de transmissão em várias cidades pelo país para a empresa IHS, com sede na Nigéria.

Segundo o Notícias da TV, foi garantido pelo canal o uso dos transmissores, porém, sem os custos como proprietária. Apesar de o acordo ser para a manutenção da infraestrutura nos locais onde ficam as torres, a IHS possui sinal verde para realizar uma negociação com qualquer canal rival.

Siga o TV FOCO no Google Notícias e receba as informações bombásticas da TV e dos famosos em primeira mão - Clique Aqui!

Quem escreve

Barbara Lira

Bárbara Lira é uma jornalista recém-formada que sempre foi apaixonada por escrever boas histórias. Amar e ser realizada no trabalho é o mais importante para ela. Seu objetivo é evoluir um pouco a cada dia, para conquistar cada vez mais espaço e notoriedade no mercado.

TV Foco AO VIVO Acompanhe

Comentários

Nossa política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Ler comentários