TV Foco

TV Foco

Famoso é acusado de estupro após morte, e relato feito por vítima é chocante: “Minha mãe chorava”

Maradona recebeu acusação de estupro após morte (Imagem: Reprodução)
Maradona recebeu acusação de estupro após morte (Imagem: Reprodução)

Acusação de estupro aconteceu quase um ano após a morte do famoso

Um ano após a morte do ex-jogador de futebol Diego Armando Maradona, ou simplesmente o Maradona, o nome do famoso acabou voltando a ser assunto, isso pelo fato do famoso estar sendo acusado de estupro por uma ex-namorada, a cubana Mavys Álvarez.

Ela acabou relatando o chocante acontecimento em uma entrevista reveladora: “Maradona tapou-me a boca para eu não gritar, para eu não dizer nada enquanto me estuprava. A minha mãe veio me ver naquele dia e Diego não queria abrir a porta do quarto“, falou Mavys, relatando que o jogador não permitiu que a mãe pudesse ver a filha.

“A minha mãe continuava batendo e a chorar atrás da porta porque sabia que estávamos ali“, falou a mulher, ao relatar os momentos de tensão que viveu ao lado de Maradona quando tinha 16 anos de idade.

MAIS DETALHES SOBRE O FATO

De acordo com Mavys, o jogador não abriu a porta até que a sua mãe tivesse ido embora. A mulher então, prosseguiu a conversa divulgada pelo portal Infobae, contando que Maradona no ato, tapou a sua boca e a mandava ficar calada para que ela não gritasse pedindo ajuda.

As acusações feitas por Mavys contra Maradona foram feitas no mês de outubro deste ano, porém, voltou a ter repercussão esta semana, após a entrevista reveladora da vítima, que não poupou detalhes do ocorrido.

Veja também

Maradona, vale destacar, morreu em 25 de novembro do ano passado, na Argentina, aos 60 anos de idade.

Mavys Álvares fez relato sobre estupro cometido por Maradona (Imagem: Montagem)
Mavys Álvares fez relato sobre estupro cometido por Maradona (Imagem: Montagem)

Siga o TV FOCO no Google Notícias e receba as informações bombásticas da TV e dos famosos em primeira mão - Clique Aqui!

TV Foco AO VIVO Acompanhe

Comentários

Nossa política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Ler comentários