Celebridades

Celebridades

Fernanda Lima pode ser mãe novamente, faz revelação sobre o marido e conta como cuida dos filhos

Fernanda Lima e Rodrigo Hilbert (Foto: Thiago Duran/AgNews)
Fernanda Lima e Rodrigo Hilbert (Foto: Thiago Duran/AgNews)
Fernanda Lima e Rodrigo Hilbert (Foto: Thiago Duran/AgNews)
Fernanda Lima e Rodrigo Hilbert
(Foto: Thiago Duran/AgNews)

Apresentadora do Amor & Sexo, programa que ganha uma nova temporada na TV Globo, Fernanda Lima já é mãe de gêmeos pelo casamento com Rodrigo Hilbert. No entanto, questionada pela revista Ela, a beldade falou sobre a possibilidade de aumentar a família.

+Saiba o estado de saúde do cantor Munhoz após nova cirurgia

Fernanda Lima afirma ser um pedido constante, não dos gêmeos, mas sim do maridão Hilbert: “O Rodrigo sempre fala sobre isso, mas, agora, estou trabalhando muito. O problema é que não posso demorar muito. Vamos ver como resolveremos essa questão.”.

+Fernanda Paes Leme faz revelação inédita dos bastidores de Sandy e Júnior e dupla vira assunto na web

A apresentadora também revelou que os filhos, apesar do privilégio, seguem regras em casa: “Criamos regras. Acordou? Tem que fazer a cama. Sujou a louça? Tem que lavar. Argumento que, se eles sabem mexer tão bem em celulares, podem muito bem aprender a usar a máquina de lavar. Se deixam de fazer alguma tarefa, confisco os eletrônicos.”

Veja também

NOVA TEMPORADA DO PROGRAMA DE FERNANDA LIMA

A apresentadora Fernanda Lima está se preparando para estrear a nova temporada do Amor&Sexo na Rede Globo no próximo dia 8 de outubro.

Em conversa com o Notícias da TV, Fernanda falou sobre como conheceu a cantora Pabllo Vittar ainda em 2015 e a levou para fazer parte da banda do programa.

“Acho o máximo a Pabllo ter chegado onde chegou. Quando a gente se conheceu, ela era uma menina super tímida, super chucra. Lembro bem de quando conversamos pela primeira vez. A gente [equipe do Amor & Sexo] tinha visto um vídeo dela ainda de uniforme da escola, cantando, e mandou buscá-la na casa dela. Ela chegou no escritório, super bonitinha, a fizemos cantar e estávamos certos de que era isso [que precisávamos]”, relata.

+Garantindo que Luciano é gay, ex do cantor é ameaçada de morte e detona atual esposa

“Eu e Pabllo conversamos do lado de fora, eu falei: ‘Sua vida vai mudar, tu é muito talentosa, vai aparecer na tv, vai ter uma repercussão muito grande, a gente vai cuidar de ti o máximo possível. A ideia não era dizer ‘olha, temos uma cantora drag queen’, a gente nunca explorou isso. A gente teve uma conversa bem sincera, eu achei que ela precisava. Também falei: ‘Paga tuas contas, não te endivida, não briga com ninguém, não vai namorar, pegar homem. Foca tua história, porque tem um caminho bom aí'”, lembra.

Fernanda Lima pode ficar com vaga de Fernanda Souza no programa musical no ano que vem. (Foto: Reprodução/Instagram)

Quem substitui Pabllo agora é a ex-The Voice Mylena Jardim. Apesar da mudança, o programa continuará com o mesmo molde de defesa social e contra os preconceitos.

Para que tudo dê certo, Fernanda tem estudado bastante. “Se pudesse eu não faria roteiro, porque não sou roteirista e é o que dá mais dor de cabeça. Mas tô ali porque sou eu que falo, então o discurso tem que ser compatível com o que eu penso, a maneira como eu ajo. Tem que estudar muito, ler muito, acompanhar os assuntos novos no mundo”, comenta.

+Bruna Marquezine e Neymar aparecem protagonizando cena “quente” e chamam atenção

“[No início do programa, em 2009] A gente não falava de relação aberta, de transição de gênero, de tantas coisas. O tempo não para, a gente precisa estar atento e se informar bastante pra conseguir colocar na televisão assuntos muitas vezes densos, de aceitação, segurança, empoderamento. E isso numa linguagem que as pessoas entendam, assimilem, se divirtam”, explica.

Sobre os temas abordados e as discussões levantadas no programa, Fernanda comenta: “Acho que [o programa] tem impacto muito grande, porque muita gente não consegue ter nenhum tipo de diálogo em relação a sexualidade dentro de casa. Quando a gente fala de minorias, de pessoas saindo do armário, estamos falando de um universo solitário, sofrido mesmo, porque muitas famílias não sabem lidar. Quando a pessoa liga a TV e consegue ter um entendimento de que aquilo é legal, que ela só é diferente, não por isso tem que ser rejeitada ou violentada, acho que a gente já cumpre nosso papel.”

VÍDEO YOUTUBE: Leonardo é menosprezado pelo próprio filho João Guilherme 

TV Foco AO VIVO Acompanhe

Comentários

Nossa política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Ler comentários