Celebridades TV Foco

Flávio Migliaccio, após trágica morte, vê família entrar em guerra com TV e “levar calote”: “Urubu na carniça”

Ator Veja mais em: Flavio Migliaccio foi encontro morto no sitio dele (Foto montagem)
Flavio Migliaccio foi encontro morto no sitio dele (Foto montagem)

Flávio Migliaccio havia ganhado um processo que corre na Justiça há 20 anos e agora a empresa tenta reverter a situação para não pagar

Flávio Migliaccio nem havia sido sepultado quando a família do ator recebeu uma desagradável notícia: os advogados da ACERP (Associação de Comunicação Educativa Roquete Pinto), com quem ele brigava judicialmente em um processo que dura há 20 anos, entraram com um pedido de suspensão da ação até que se apresente um sucessor do artista.

De acordo com Fábia Oliveira, petição foi feita na 14ª Vara Cível da Capital, onde a processo que Flávio Migliaccio já havia ganhado está em andamento. A sentença determina que o valor da indenização seja apurado através de um perito.

+ Afundado no vício, galã de Rubi contrata prostitutas, mesmo com impotência sexual, e se esconde em hotéis

Como a causa já foi dada como ganha, Marcelo Migliaccio, filho do ator, vai entrar como o sucessor na ação, que inicialmente foi movida contra a extinta TVE, e depois veio a ser sucedida pela ACERP.

“A ACERP deu uma de ‘urubu na carniça’, meramente para fins procrastinatórios, já que o processo está com o perito e não depende de nenhum ato das partes ou da juíza, não havendo qualquer necessidade de suspensão. Comportamento desrespeitoso, desleal, odioso e que tangencia a má-fé processual”, afirma o advogado da família Migliaccio, Sylvio Guerra, para a coluna de Fábia Oliveira.

+ Silvio Santos almoçando na mesa de casa, recebe notícia da Globo e Band e não se controla: “Só me criticam”

Flávio Migliaccio foi encontrado morto em seu sítio após ter cometido suicídio (Foto: Reprodução)
Flávio Migliaccio foi encontrado morto em seu sítio após ter cometido suicídio (Foto: Reprodução)

OUTROS PROCESSOS

O ator deveria ser indenizado por conta  da destruição das fitas rolo que continham mais de 400 capítulos da série ‘Tio Maneco’, interpretado por ele na TVE. Além da indenização, prevista por contrato, na qual a empresa lutou por 20 anos para não pagar, Flávio Migliaccio também conquistou o direito de receber 50% da obra que foi perdida por causa do desgaste causado pelo tempo.

+ Fátima Bernardes, após flagra no estacionamento da Globo e chamada por Bonner, fica sem chão: “Deu pra entender”

Este segundo valor, no entanto, ainda será avaliado pelo perito André Luiz Souza Alvarez, que foi escolhido pela juíza Flavia Gonçalves Moraes Alves, da 14ª Vara.

A ACERP também foi condenada a pagar mais uma indenização ao ator por danos morais, em decorrência do sofrimento que Flávio Migliaccio teve ao tentar recuperar as fitas e se deparar com tudo literalmente detonado. Ele pretendia veicular a série em outra emissora. Esta indenização também ainda precisar ser calculada pelo perito designado.

FLÁVIO MIGLIACCIO DEIXA CARTA DE DESPEDIDA

Carta de despedida de Flávio Migliaccio foi divulgada (Foto: Reprodução/WhatsApp)
Carta de despedida de Flávio foi divulgada (Foto: Reprodução/WhatsApp)

Confira a audiência detalhada de todas as novelas da Globo semana a semana aqui

Siga o TV FOCO no Google Notícias e receba as informações bombásticas da TV e dos famosos em primeira mão - Clique Aqui!

Sobre o autor

Thainá Rambaldo

Formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo, trabalho na área há cinco anos e tenho experiência em TV, rádio, agência de publicidade, redação, atendimento, assessoria de imprensa, planejamento de mídias digitais, apresentação, edição de vídeo e imagem.

No TV Foco escrevo sobre TV e Famosos, faço críticas e o balanço do dia das audiências prévias da televisão.