Bastidores da TV Notícias da Televisão Record Rio Grande do Sul

Funcionária da Record comete racismo, intimida guardas, e termina presa

Funcionária da Record, Margareth Petersen tenta intimidar agentes de trânsito (Foto: Reprodução)
Funcionária da Record, Margareth Petersen tenta intimidar agentes de trânsito (Foto: Reprodução)

Margareth Petersen Diebold, 54 anos, que é funcionária da Record do Rio Grande do Sul foi presa em flagrante na madrugada do último domingo (29) depois de tentar “dar uma carteirada” em dois agentes de trânsito e xingá-los de “macacos”. É o que informa o jornalista Paulo Pacheco.

Margareth bateu o carro em uma avenida no centro de Porto Alegre e, supostamente bêbada, tentou intimidar os guardas dizendo trabalhar no programa “Balanço Geral”, mas acabou presa.

Em um vídeo, a mulher aparece tentando se livrar do flagrante. “Sabe onde eu trabalho? No Balanço Geral”. O agente de trânsito ignora a intimidação: “O que que tem que você trabalha no Balanço Geral? A senhora está bêbada e dirigindo”. Na sequência, ela provoca o guarda, dá uma baforada no rosto dele e ainda se recusa a realizar o teste do bafômetro. Porém, um perito atestou que ela “apresentava alteração da capacidade psicomotora (embriaguez)”.

A ofensa da motorista aos agentes não aparece no vídeo, mas eles registraram um boletim de ocorrência por injúria racial dizendo que ela os chamou de “pretos”, “ralés” e “macacos”.

Os profissionais, que trabalham na EPTC (Empresa Pública de Transporte e Circulação), pediram reforço da Brigada Militar (a PM gaúcha) para prendê-la. Os policiais levaram a motorista ao presídio Madre Pelletier, em Porto Alegre, e ela passou vinte horas consecutivas detida. Margareth foi solta ainda na noite de domingo, depois de pagar fiança.

O NTV entrou em contato com a redação do “Balanço Geral da Record RS”, e uma produtora que preferiu não se identificar, confirmou que Margareth Petersen é funcionária da emissora e que trabalha no programa, no entanto, ela não compareceu na segunda-feira (30). No Facebook da profissional, excluído na manhã de ontem (30), ela dizia estar na Record havia sete anos. Margareth não foi localizada ontem.

Procurada, a EPTC esclareceu que está acompanhando o caso

Assista ao vídeo em que a funcionária da Record tenta intimidar os agentes de trânsito:

Mulher supostamente embriagada dá carteirada

TV Foco no Youtube

Podcast TV Foco

ANÚNCIO

Conheça nosso Podcast

ANÚNCIO

site statistics