ATENÇÃO

R$ 20 bilhões e veredito da Anatel: A fusão colossal da Vivo com operadora popular para aniquilar a Claro

28/05/2024 às 23h08

Por: Diego Laureano
Imagem PreCarregada
Anatel, Vivo e Claro (Foto: Reprodução / Canva / Montagem TV Foco)

Quando se fala em operadora de celular, a Vivo e a Claro são exemplos de gigantes nesse segmento, vivendo uma concorrência que ás vezes dá o que falar entre os consumidores.

Siga o Tv Foco no Telegram

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Telegram

O fato é que uma fusão se caracteriza quando duas ou mais empresas concentram sua operação em uma nova empresa. É um processo de fundir, combinar as empresas.

SAIBA MAIS! Sinal desligado pra sempre: O fim de serviço mais popular da VIVO confirmado pela gigante após 15 anos no Brasil

Desse modo, R$ 20 bilhões de reais e veredito da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações), foram fundamentais dando o aval para a Vivo e juntar a uma gigante para aniquilar a Claro.

Siga o Tv Foco no WhatsApp

Receba nossas notícias diretamente no seu WhatsApp


Em agosto de 2014, a Vivo acabou comprando uma operadora rival por nada mais, nada menos, do que R$ 22 bilhões, surpreendendo a todos e o mercado financeiro do nosso país.

Veja também

Estamos falando da compra da da filial brasileira GVT, que foi comprada pela espanhola Telefónica, a marca da Vivo no Brasil.

Para administrar a GVT, a Telefónica teve que desembolsar 4,66 bilhões de euros (perto de R$ 14 bilhões) para a Vivendi, que, além disso, recebeu 12% do capital social da sociedade resultante da integração da Telefônica Brasil e da GVT.

Anatel e Vivo (Reprodução - Internet)
Anatel e Vivo (Foto: Reprodução / Canva)

Segundo informou Vivendi em uma nota, dessa quantia em dinheiro foi preciso descontar uma dívida bancária no valor de 450 milhões de euros de acordo com informações do portal Tele Sintese.

Os usuários de telefonia fixa de São Paulo da Telefônica tiveram ainda uma redução tarifária, cujo valor foi calculado pela Anatel, devido aos ganhos com a economia de escopo que a empresa teve com a fusão.

Para quem não se recorda, a GVT era uma operadora de telecomunicações brasileira que existiu por 16 anos, de 2000 a 2016, atuando em mais de 146 cidades, em 20 estados brasileiros, mais o Distrito Federal.

Vale destacar que na época, a GVT até mesmo oferecia TV por assinatura e internet banda larga para o seus clientes, sendo uma das pioneiras no mercado ao aderir a fibra óptica em larga escala.

Telefônica / Cadê? - Montagem TVFOCO
Telefônica / Cadê? (Foto: Reprodução / Montagem TV Foco)

A GVT INTERNET AINDA ESTÁ DISPONÍVEL?

A GVT Internet não está mais disponível, mas os interessados podem adquirir a Vivo Fibra, que é a evolução desse produto da antiga empresa.

Uma das melhores tecnologias no mercado, é uma conexão banda larga, que usa fibra óptica para oferecer o serviço, que já vem ganhando adeptos pelo Brasil à fora.

GVT (Reprodução - Internet)
GVT (Foto: Reprodução / Canva)

🚨 Desfecho de Huck na Globo após 24 anos + Estrela do SBT sofre h3morragia + Homem diz ser filho de Chrystian   

Autor(a):

Sou formado em Teatro, Produção Audiovisual e Jornalismo e completamente apaixonado por comunicação. Já atuei em emissoras de TV como Assistente de Produção e Redator em portais de entretenimento. Escrevo sobre televisão e seus bastidores, com responsabilidade, clareza, leveza e muito amor desde 2008. Mas a minha realização profissional está no Departamento de Novelas e Realities, no qual faço parte no TV Foco desde 2022. Além de Redator, atuo como Co-Apresentador das Lives do site no YouTube, às terças e sextas-feiras. Minhas redes sociais são: diego.laureano@otvfoco.com.br

Botão de fechar
Utilizamos cookies como explicado em nossa Política de Privacidade, ao continuar em nosso site você aceita tais condições.