Notícias da Televisão

Notícias da Televisão

Gabriela Pugliesi perde milhões e é condenada após disseminar coronavírus

Gabriela Pugliesi confirmou a doença em seu Stories (Foto: Reprodução)
Gabriela Pugliesi confirmou a doença em seu Stories (Foto: Reprodução)
Gabriela Pugliesi confirmou a doença em seu Stories (Foto: Reprodução)
Gabriela Pugliesi confirmou a doença em seu Stories (Foto: Reprodução)

A famosa blogueira fitness viu diversas marcas cancelarem seus contratos após um grave escândalo

Gabriela Pugliesi realizou uma festa para “meia dúzia de amigos” em sua residência, em São Paulo, em meio à pandemia de coronavírus. A festa era para comemorar o retorno após quase 90 dias de Mari Gonzalez do BBB20.

A atitude de reunir pessoas na quarentena recebeu críticas especialmente porque Pugliesi foi uma das primeiras celebridades brasileiras a contrair a doença. “Ontem eu juntei meia duzia de amigos aqui em casa, a gente pediu comida, bebeu. Eu me passei, postei, falei besteira”, disse Gabriela Pugliesi após a repercussão negativa do acontecimento.

“Enfim, estou extremamente arrependida, estou mal comigo mesma. Fui irresponsável, imatura, e mais uma vez quero pedir desculpas. Errei porque não é para juntar gente em casa, porque tem gente passando dificuldade, porque é ofensivo, não ajuda ninguém nesse momento”, comentou Gabriela Pugliesi.

Gabriela Pugliesi se justifica após quebrar quarentena com festa (Foto: Reprodução)

PERDEU PATROCINADORES

Internautas cobraram marcas como Liv Up, banco BTG, Kopenhagen, Mais pura, desinchá e Baw que patrocinam a influenciadora. O banco BTG disse que “tiveram um contrato de 6 meses com a influenciadora que venceu em fevereiro. O banco e seus sócios têm sido atuantes nas ações de combate à Covid-19 e doaram R$ 50 milhões para várias iniciativas”.

A Kopenhagen postou em seus Stories no Instagram que o contrato com Gabriela Pugliesi era até março, “sem intenção de renovação”, e que não concordam, “de forma alguma, com o posicionamento da influenciadora”.

Veja também

A Desinchá anunciou que suspendeu parceria com pessoas que se posicionam contrariamente as recomendações médicas em relação ao coronavirus: “não apoiam atitudes que estejam desalinhadas”.

A Hope lingerie diz em seu Instagram que está “suspendendo atividades de qualquer parceiro” que não adote medidas de saúde contra o coronavirus.

A Liv Up diz “não incentivar atitudes que possam colocar a saúde de qualquer pessoa em risco, assim, estamos suspendendo todas as ações que tínhamos programadas com a influenciadora e adiantamos que esse é nosso posicionamento em qualquer outra situação similar”.

VÍDEO YOUTUBE: Eliana quebra o silêncio de IDA a Globo + Karina Bacchi sem noção humilhada

TV Foco AO VIVO Acompanhe

Comentários

Nossa política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Ler comentários