Colunas

ColunasDestaque

Globo comemora seus 50 anos da pior forma possível

(Foto: Reprodução)
Foto reprodução.
Foto reprodução.

A TV Globo é referência quando o assunto é televisão. Referência por ser a maior do país e também uma das maiores do mundo, grande em conteúdo, grande em qualidade. Quando se fala na emissora a maioria das criticas que se ouve é sobre algo positivo, é quase que unanimidade. De fato, o canal carioca tem seus méritos, mas já demonstra sinais de fraqueza.

Já se tornou comum ouvir que “a Globo não é mais a mesma”, e realmente não é. Esse mês a emissora completa seus 50 anos de vida com uma série de falhas que refletem na audiência desastrosa.

 "Alto Astral" aposta no tradicional e conquista público. (Foto: TV Globo)
“Alto Astral” aposta no tradicional e conquista público. (Foto: TV Globo)

Vamos pensar primeiro no produto principal, as telenovelas. Silvio de Abreu em entrevista a revista Caras no ano passo disse “novela tem que voltar a ser novela”, a frase pode até parecer redundante, mas faz sentido. De uns tempos pra cá, a emissora tem apostado no formato de série americana, mudando a fotografia, tornando-a mais “pesada”, e com tema extremamente forte. A prova de que isso não tem dado certo é a atual “Babilônia”, que tinha imagens tão escuras que incomodava o telespectador. Em contrapartida “Alto Astral” que foge das inovações de “Geração Brasil” e “Além do Horizonte” tem dado certo, recuperou a boa audiência e chega a marcar mais que a novela das 9.

(Divulgação/TV Globo)
(Divulgação/TV Globo)

Outro ponto, que vem acontecendo já há alguns anos, é que a emissora tem desvalorizado seus principais artistas. O grande humorista Chico Anísio estava na geladeira, desvalorizado, um grande talento desperdiçado. Xuxa fez parte da história da emissora, tornou-se uma identidade do canal, tem uma importância imensurável para a Globo, juntos fizeram fortunas, e ajudou a propagar a emissora plim plim para vários países, mas foi descartada da grade em um momento que no mínimo ela deveria receber muitas honras por tudo que ela já fez na casa. Renato Aragão também, é outro que nem se quer é citado nas comemorações dos 50 anos, é realmente lamentável.

Se o objetivo era festejar o cinquentenário, fica óbvio para o telespectador mais atento que com tantas falhas e na tentativa de inovar a emissora se perdeu, e está comemorando da pior forma seu cinquentenário.

Veja também

Por Mauricio Freitas

Contato: mauriciotvfoco@gmail.com

As opiniões aqui retratadas não refletem a posição do TV Foco, e são de total responsabilidade de seu idealizador!

VÍDEO YOUTUBE: Barraco! Leonardo é DETONADO por João Guilherme

TV Foco AO VIVO Acompanhe