Globo

Globo

Vivendo a pior crise da história, Globo divulga comunicado de encerramento e canal sai do ar oficialmente

Globo baixa ordem, decide fechar as portas após fracasso de novelas e nova demissão em massa é anunciada
Sede da Globo no Jardim Botânico (Foto: Reprodução)

A empresa irá encerrar as transmissões da Globo Internacional ao final de dezembro

Promovendo uma reformulação em todo o seu setor operacional o Grupo Globo vai tirar o canal Globo Internacional do ar, para privilegiar o GloboPlay a partir do dia 1 de janeiro.

Segundo com o site TV Pop, a Globo manterá a sua rede televisiva na Europa, apenas em Portugal e vai apostará nas assinaturas do serviço de streaming no velho continente.

De acordo com um comunicado divulgado pelo Grupo Globo, o encerramento dos canais trata-se de uma movimentação estratégica. “Iremos mudar de casa na Europa. A Globo Internacional será desligada das operadoras de televisão na Europa, com exceção de Portugal, em 31 de dezembro de 2021. Mas não vamos dizer adeus! Você agora pode assinar o Globoplay e ter acesso aos programas do canal e a um mundo de conteúdos. São sete canais ao vivo e muitos programas para você ver a hora que quiser”, anunciou a empresa aos telespectadores europeus.

Globo Internacional
Juliana Yonezawa apresentava o Globo Notícia, telejornal exclusivo para a Globo Internacional da Europa (foto: Reprodução/TV Globo)

“Estamos muito felizes por expandir as fronteiras do Globoplay para novos territórios. Agora, mais experientes, damos um novo passo com o negócio na Europa e no Canadá”, prosseguiu o documento divulgado pela emissora carioca.

“O streaming da Globo oferece um universo de possibilidades para os assinantes através de filmes, novelas, séries originais e de tantos outros produtos incríveis presentes na plataforma”, afirmou o executivo Raphael Corrêa Neto, diretor de Negócios Internacionais da Globo. Na Europa, a plataforma custa € 9,99 por mês (R$ 62,53 atualmente).

Veja também

CRISE FINANCEIRA E NOVO MODELO DE NEGÓCIOS

Desde 2019, o Grupo Globo mudou a política interna da empresa, que por anos fez diversos negócios arriscados, culminando em uma crise financeira que estourou em 2020 com a pandemia.

De acordo com o portal terra, a emissora fechou o último ano com R$ 5,4 bilhões em dívidas, o que implicou em mudanças ainda mais urgentes, como a venda da Som Livre e uma aposta maior no serviço de streaming do grupo.

A nova ordem dentro do Grupo Globo, como já foi dito pelos próprios chefões da emissora é se tornar uma produtora de conteúdo direto ao consumidor e não uma intermediária, afim de concorrer com as gigantes do streaming, que despontam como a novas rivais da Platinada.

Siga o TV FOCO no Google Notícias e receba as informações bombásticas da TV e dos famosos em primeira mão - Clique Aqui!

Assuntos

Globogloboplay

Quem escreve

Erick Martins

Estudante de jornalismo fascinado pelo mundo televisivo e amante dos mais variados esportes desde 2000.

TV Foco AO VIVO Acompanhe

Comentários

Nossa política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Ler comentários