Globo

Globo

Globo e Regina Casé erram feio e são condenadas a indenizar pais de vítima de câncer

Regina Casé no Esquenta (Foto: João Januário)
Regina Casé no Esquenta (Foto: João Januário)
A apresentadora Regina Casé. (Foto: Divulgação)

Regina Casé e a Globo foram condenadas pela 1ª Vara Cível de São Paulo a pagarem indenização para Vanderlei Velozo Miranda e Roseli Cristina da Silva Miranda, pais de Guilherme, um menino de oito anos. Em 2015, a apresentadora exibiu uma entrevista com o menino na brinquedoteca de um hospital no “Esquenta” e segundo os pais, essa gravação foi feita sem autorização. Guilherme faleceu cinco dias depois, vítima de um tumor cerebral.

+Cercado de demônios e assombrações, o ex-RBD Christopher Uckermann estreará série Diablero da Netflix

Segundo o UOL, o advogado da família, Alexandre Damaceno, afirmou nesta terça-feira(30): “A indenização será calculada levando-se em consideração diversos fatores, sendo os principais: o tempo de exibição fixado em 12 minutos aproximadamente e os lucros obtidos pela emissora no período de exibição.O valor somente será conhecido após perícia contábil determinada em sentença”.

+ Edu Guedes e João Kleber estão em guerra na RedeTV!; entenda

Os pais estão pedindo 3,949 milhões de indenização, mas a Globo e a Regina Casé podem recorrer.

Veja também

A apresentadora e a emissora foram condenadas a pagarem a indenização por uso indevido da imagem de Guilherme.”Como sempre defendido pela família, não houve autorização para a realização da entrevista, tampouco para exibição no programa e isso ficou devidamente comprovado no processo judicial”, explicou o advogado. Globo não se pronunciou sobre o caso.

+A Fazenda: Nadja e Evandro Santo detonam Caíque Aguiar: ‘Tenho pena dele’

Globo (Foto: Reprodução)

A Globo que costuma passar as novelas de maiores sucessos no Vale a Pena Ver de Novo, porém, uma novela que foi exibida originalmente no horário das 21 horas, causou problemas para a emissora ao ser exibida durante a tarde. Conforme o Yahoo, o Ministério Público Federal de Minas Gerais pediu a condenação da Globo por “veicular a reprise da novela ‘Belíssima’ em horário inapropriado”.

+ Marcello Antony interpreta Jesus em novela portuguesa Valor da Vida

A procuradoria pediu indenização de aproximadamente 14, 8 milhões de reais por danos morais coletivos pela Globo transmitir a novela antes das 20 horas. Segundo o procurador Fernando de Almeida Martins, a exibição  “ofende diretamente os interesses e direitos do público infantojuvenil brasileiro, razão pela qual tal conduta deve ser veementemente combatida”.

+A Fazenda: Nadja e Evandro Santo detonam Caíque Aguiar: ‘Tenho pena dele’

“Belíssima”, que não tem classificação indicativa não recomendada para menos de 12 anos, só poderia ser exibida depois das 20 horas, Martins afirmou que o Ministério da Justiça reservaria o horário das 6h às 20h apenas para a exibição de obras classificadas como livres ou não recomendadas para menores de dez anos.

+Ana Maria Braga surpreende e se declara para o Louro José: “Eu te amo pra sempre”

O procurador requisitou: “a concessão de tutela antecipada proibindo a Globo de exibir a reprise antes das 20 horas, com multa diária de R$ 30 mil em caso de descumprimento”. Segundo o MPF-MG, o valor ainda seria revertido para o Fundo Nacional para a Criança e o Adolescente. A Globo afirmou que “não recebeu qualquer notificação sobre este processo”.

 

Globo e Regina Casé se recusam a pagar indenização aos pais de criança com câncer

 

Regina Casé na Globo (Foto: Reprodução)

A Globo e Regina Casé não estão dispostos a pagar a indenização do encarregado de obras Vanderlei Velozo Miranda e da sua esposa Roseli Cristina da Silva Miranda, pais de Guilherme, criança de oito anos, que morreu vítima de um tumor cerebral em 2015, quando a apresentadora tomou uma atitude controversa.

Maisa se revolta com o valor do iPhone no Brasil e faz triste desabafo

+Famosa da Globo revela vida repleta de bizarrices e desiste de ser atriz

+Angélica, Ceará, Jô Soares e outros podem ficar no lugar de Fábio Porchat na Record; veja detalhes

No comando do programa Esquenta, ela exibiu uma entrevista com o menino sem a autorização dos pais, no momento em que ele estava na brinquedoteca do hospital. Em resposta, a Globo afirma que a intenção era “acolher e confortar o menor e sua família”. Ao UOL, a emissora explicou a situação e tomou a sua decisão.

Após ameaças, Fernanda Montenegro faz grave revelação sobre Bolsonaro

“Estamos surpresos com essa decisão, já que os pais estavam presentes na gravação, acompanhando o menor, e participaram voluntariamente do programa. A emissora vai recorrer da decisão”, disparou a Globo, por meio de sua assessoria. O garoto morreu cinco dias após a entrevista e os pais exigem a indenização.

Segundo Sol: Karola salva Beto da morte e é escorraçada: “Traíra imbecil”

“A indenização será calculada levando-se em consideração diversos fatores, sendo os principais: o tempo de exibição fixado em 12 minutos aproximadamente e os lucros obtidos pela emissora no período de exibição. O valor somente será conhecido após perícia contábil determinada em sentença”, disse o advogado Alexandre Damaceno.

Logo da Globo (Foto: Divulgação)
Globo (Foto: Divulgação)

Funcionário da RedeTV! expõe Luciana Gimenez e suspeito é demitido

Eles pedem o valor de R$ 3,949 milhões de indenização e tanto a Globo quanto Regina Casé foram condenados a fazer o pagamento por danos materiais por uso indevido da imagem de Guilherme. “Não houve autorização para a realização da entrevista, tampouco para exibição no programa”, disse o advogado.

Segundo Sol: Remy deixa todos em choque e tira Luzia da cadeia

 

Regina Casé e TV Globo enfrentam processo milionário na Justiça

A apresentadora Regina Casé. (Foto: Reprodução/Youtube)
A apresentadora perdeu o programa que apresentaria ainda esse ano na emissora. (Foto: Reprodução/Youtube)

 

A apresentadora Regina Casé e a TV Globo estão enfrentando um processo milionário na Justiça. De acordo com informações do jornalista Leo Dias, do programa Fofocalizando, a equipe do programa Esquenta está sendo acusada de ter entrevistado uma criança sem a autorização dos pais.

Ex-funcionária diz que Aline Barros a demitiu por ser gay e pede R$ 1 milhão de indenização

+ Jovens atores da Globo confundem realidade com ficção e espantam o público

+ Famosos chegam ao topo no SBT e na Globo, mas surtam e largam tudo para uma nova vida

 

O problema é que a criança estava com um tumor no cérebro e a imagem dele foi usada após sua morte, causando dano moral para a família. O pai, em contato com o jornalista, revelou que está pedindo R$ 3,9 milhões em indenização para a emissora e para a apresentadora.

O processo corre em Campinas, mas por conta da pressa o 20º Tribunal Regional do Rio de Janeiro foi quem pegou o depoimento de Regina, que não deve arcar com nada caso perca o processo. O valor de quase 4 milhões de reais foi calculado com base no minuto comercial da Globo.

ELA PERDEU O PROGRAMA

A TV Globo se pronunciou na tarde de quarta-feira (01) e falou o que aconteceu com o mais recente projeto da apresentadora Regina Casé. Em nota, a Globo disse que não procede a informação do cancelamento da atração e que Regina apenas está se dedicando à novela Troia, que estreia em 2019 no horário das nove.

Apresentando programa que é sucesso, Fernanda Souza decide dar pausa na carreira

“Não é verdade que o novo programa de Regina Casé tenha sido descartado pela Globo. O projeto do programa continua em andamento, mas neste momento, Regina Casé, que recebeu e aceitou o convite da autora Manuela Dias para voltar às novelas depois de 18 anos, se dedica à obra”, afirmou a emissora por meio de sua assessoria.

 

 

 

 

VÍDEO YOUTUBE: Ex-funcionária de Xuxa denuncia situação de prostituição

TV Foco AO VIVO Acompanhe

Comentários

Nossa política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Ler comentários