Globo SBT

Globo e SBT brigam dentro de estádio para transmitir jogo, caso vai parar na justiça e emissora quase sai do ar: “Lamentável”

SBT fez cobertura de confusão em estádio com a Globo. (Foto: Reprodução)
SBT fez cobertura de confusão com a Globo em estádio. (Foto: Reprodução)

Globo e SBT travaram disputa na justiça para transmitir Campeonato Paulista de futebol em 2003

A Globo antes parecia soberana quando o assunto era transmissão de futebol no Brasil, tendo o direito de exibir praticamente todos os principais campeonatos do país e do continente.

Nos últimos anos, no entanto, concorrentes na TV paga, serviços de streaming e até os próprios clubes de futebol resolveram desafiar esse “monopólio” da emissora carioca para ter o direito de exibir esses campeonatos.

Esta semana, por exemplo, o Flamengo fez história ao rejeitar uma proposta da Globo para transmitir seus jogos do Campeonato Carioca e tratar de exibi-los por conta própria no YouTube, mas isso pode acabar indo parar na justiça.

+ Zeca Camargo, após demissão da Globo, vai parar na Band, tem encontro bombástico e salário chocante exposto

+ Claudete Troiano depois de ser demitida por Skype e detonar, invade TV ao vivo e faz declaração: “Complicado”

+ Datena, ao vivo, mostra guerra no Brasil Urgente, entra em desespero com cena na Band e vai para cima: “Esse lixo”

Mas essa não é a primeira vez que alguém peitou essa soberania da maior emissora do país para tentar transmitir um campeonato estadual de futebol. Em 2003, por exemplo, o SBT travou uma verdadeira guerra na justiça pelo direito de exibir o Paulistão.

A Globo já tinha contrato com a Federação Paulista de Futebol pela exibição das últimas temporadas do campeonato, mas no final de 2002, recusou uma proposta da Federação Paulista de Futebol para transmitir, no ano seguinte, 12 jogos do campeonato por cerca de R$ 12 milhões.

O torneio foi, então, oferecido ao SBT, e Silvio Santos topou pagar o valor, mas para a exibição de 22 partidas e com exclusividade na TV aberta. A Globo, no entanto, se revoltou, alegando que tinha preferência, em contrato, para renovar o vínculo de exibição do campeonato, e por 22 jogos, acreditava que seria um bom negócio.

Por isso, no final de dezembro, a emissora enviou um fax para a Federação Paulista afirmando que igualava a proposta do SBT e exigia o seu suposto direito de preferência na renovação do contrato. Porém, a Federação alegou que o fax havia sido enviado já no período de recesso, e decidiu manter o acordo com o SBT.

BRIGA EM ESTÁDIO

No dia 24 de janeiro, véspera da estreia do Campeonato Paulista, a Globo havia conseguido uma liminar que lhe dava o direito de transmitir a competição. Porém, o SBT arranjou outra liminar na Justiça, que lhe permitia exibir as partidas. Assim, no dia 25, as duas emissoras compareceram juntas ao estádio Ramalhão, cada uma com sua liminar, para transmitir o jogo de abertura da competição entre Santo André e Santos.

Horas antes do início da partida, o SBT fazia uma espécie de cobertura ao vivo do caso, com o programa Falando Francamente, apresentando por Sônia Abrão, que demonstrava indignação com a presença da Globo no estádio e afirmava que a atitude da concorrente era “lamentável”. A Federação Paulista estava do lado da emissora de Silvio Santos, e chegou a barrar a entrada de parte da equipe da Globo no local, mas a emissora ainda conseguiu montar uma estrutura com algumas câmeras para exibir o jogo.

A Federação Paulista não ousou tirar os equipamentos da Globo à força, pois, segundo informações do jornal Folha de S. Paulo na época, funcionários fizeram uma trapalhada e quase tiraram o próprio SBT do ar.

No intervalo, a Federação Paulista chegou a atrasar o reinício da partida em até meia hora, tudo para fazer a Globo desistir da transmissão para não atrasar sua programação, mas não adiantou. Apesar de toda essa confusão, a Globo manteve o seu público fiel e derrotou o SBT de lavada na audiência: 16 pontos a 5.

A guerra judicial permaneceu até o final do campeonato. Já no ano seguinte, a Globo, com maior poderio financeiro, retomou os direitos de transmissão do Paulistão, permanecendo com eles até os dias de hoje, e o SBT, que tinha grandes planos em relação ao futebol, não foi páreo para a sua concorrente.

Barracos, traição e muita fofoca ao vivo no canal do TV FOCO no YOUTUBE. INSCREVA-SE

Sobre o autor

Renan Santos

Atuando também como roteirista de TV e cinema, Renan é redator e colunista do TV FOCO desde 2014, noticiando e criticando o mirabolante e imprevisível universo televisivo e dos famosos.