Mais destaques

Globo exibe protesto pró-Bolsonaro, é duramente criticada por causa de detalhe e público se revolta

Manifestantes fazem ato pró-Bolsonaro em Copacabana — (Foto: Reprodução / TV Globo)
Manifestantes fazem ato pró-Bolsonaro em Copacabana — (Foto: Reprodução / TV Globo)

Jair Bolsonaro foi tema das manifestações deste domingo (26).

Ao menos 55 cidades em 12 estados e no Distrito Federal tiveram protestos entre a manhã e a tarde deste domingo (26) em defesa do presidente Jair Bolsonaro e de medidas do governo, como a reforma da Previdência e o pacote anticrime apresentado pelo ministro da Justiça, Sérgio Moro.

+Após toda confusão com ministra de Bolsonaro, mulher do presidente usa look polêmico e mentira é escancarada

O Rio de Janeiro foi a cidade que, até o momento, expressou o mair número de manifestantes. Com vários trios elétricos instalados entre os postos 4 e 5 da orla carioca, o cenário lembrava o clima eleitoral, inclusive com as músicas usadas na campanha, o hino nacional e muitos gritos de “mito” e “meu capitão”. Grande parte dos manifestantes usava roupas e carregava bandeiras nas cores verde e amarelo.

+Globo se alia a Bolsonaro e promove armas com tiroteio em pleno horário nobre

A Globo, através do canal de notícias Globo News, fez uma cobertura das manifestações. Apesar disso, foi duramente criticada na internet. Chamada de parcial e de comunista por muitos seguidores, a emissora carioca foi detonada ao exibir os protestos do RJ com certo afastamento da pista principal.

“A Globo filma a manifestação do Rio lá do meio do oceano HAHAHAHAHA Copacabana com 7 quadras fechadas!”, reclamou um seguidor. “Sabem a malandragem de fazer manifestação em Copacabana no domingo? A pista dos carros está fechada e a orla está cheia de gente caminhando e praticando esportes”, disparou outro.

Rio de Janeiro, 12h20: Manifestantes reunidos na orla de Copacabana em defesa do presidente Jair Bolsonaro e das medidas do governo — Foto: Reprodução/GloboNews
Rio de Janeiro, 12h20: Manifestantes reunidos na orla de Copacabana em defesa do presidente Jair Bolsonaro e das medidas do governo — (Foto: Reprodução/GloboNews)

Na noite de ontem, 25 de maio, vale lembrar, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) e a psicóloga gaúcha Heloísa Wolf se casaram neste sábado, 25 de maio, em uma casa de festas em Santa Teresa, na região central do Rio de Janeiro, com cerimônia para cerca de 150 convidados.

Mas o que chamou a atenção mesmo foi um assessório usado pelo filho do presidente Jair Bolsonaro. Na gravata cinza do noivo havia um prendedor dourado no formato de uma arma. O detalhe foi ressaltar no vídeo oficial dos bastidores da cerimônia, compartilhado por Eduardo em suas redes sociais na noite de ontem.

Para o evento, um forte esquema de segurança foi montado no bairro. O caminho a partir do Cosme Velho, na Zona Sul, até o local da cerimônia era patrulhado por homens da Polícia do Exército. Homens da Polícia Militar ocupavam vários pontos da Avenida Almirante Alexandrino. Além disso, um veículo blindado da PM estava no acesso principal do Morro dos Prazeres. O presidente chegou pouco antes das 17h e foi embora às 20h.

Veja o prendedor em formato de arma usado por Eduardo Bolsonaro:

O prendedor em forma de arma usado por Eduardo Bolsonaro Foto: showmotion/ reprodução/ instagram
O prendedor em forma de arma usado por Eduardo Bolsonaro Foto: showmotion/ reprodução/ instagram

Quer saber mais notícias? Siga Raquel Souza no Instagram clicando aqui!

SIGA O TVFOCO NO INSTAGRAM E FIQUE POR DENTRO DE TUDO! CLIQUE/TOQUE AQUI.
;