Emissoras Globo ighome

Globo fica sem saída, congela preços pela 2ª vez e perde milhões em meio à crise

William Bonner no Jornal Nacional, que tem o segundo intervalo mais caro da Globo; emissora congelou preços novamente e perderá milhões (Foto: Reprodução/Globo)
William Bonner no Jornal Nacional, que tem o segundo intervalo mais caro da Globo; emissora congelou preços novamente e perderá milhões (Foto: Reprodução/Globo)

A Globo promoveu um novo congelamento nos preços de anúncios e perderá milhões com a decisão

A Globo teve que recuar mais uma vez no aumento de preços de anúncios por causa da crise no mercado de anunciantes ocasionada pela pandemia do coronavírus. Com a decisão, a emissora deixará de ganhar milhões nas próximas semanas.

Em meados de março, as redes de TV começaram a sentir o impacto da pandemia no bolso. O mercado publicitário recuou nos investimentos em meio às incertezas causas pela crise de saúde e o dinheiro que entrava nos caixas das emissoras diminuiu – por causa disso, boa parte dos canais reduziu salários dos funcionários.

+ Datena, após recado para Bonner, é exposto por Gottino que fala toda a verdade: ‘Somos bem diferentes’

+ Ex-BBB Gyselle Soares, após revelar caso secreto com Pedro Bial, expõe intimidades com o apresentador: “Me atrai”

A Globo não fez cortes em salários, mas também sofreu com os efeitos da crise. Para não afastar ainda mais os anunciantes, a emissora se viu obrigada a congelar os preços para se anunciar em seus programas. Os valores já não haviam sofrido aumento na virada do ano e eram válidos até 31 de abril, mas foram prorrogados por mais um mês.

GLOBO CONGELA PREÇOS PELA SEGUNDA VEZ

A partir daí, os preços valiam até 31 de maio. Porém, com o prosseguimento da pandemia, que se agravou ainda mais no país, a Globo decidiu manter o congelamento dos valores, inicialmente, por mais um mês. “Prorrogamos a vigência das atuais listas de preços até 30 de junho de 2020”, anunciou o canal.

Christiane Torloni (Tereza Cristina) em Fina Estampa; novela das nove tem o break mais caro da TV (Foto: Reprodução/Globo)
Christiane Torloni (Tereza Cristina) em Fina Estampa; novela das nove tem o break mais caro da TV (Foto: Reprodução/Globo)

CANAIS PAGOS TAMBÉM SÃO AFETADOS

A decisão também vale para os canais pagos do grupo, como GloboNews, SporTV, GNT, Multishow, entre outros. Isso consequentemente fará com que a rede da família Marinho deixe de embolsar milhões com anúncios durante as próximas semanas.

+ Flayslane aparece irreconhecível um mês após o BBB20 e plástica é exposta; veja antes e depois

Mas se a Globo está perdendo dinheiro de um lado, tem ganhado de outro. Nas últimas semanas, a emissora está vendendo mais breaks exclusivos (aqueles dedicados a um único anunciante, que paga caríssimo) que o normal. No último fim de semana, faturou quase R$ 5 milhões em apenas dois minutos com o Jornal Nacional e o Fantástico.

Participe agora do grupo do TV FOCO no Telegram e receba tudo sobre BBB - Clique aqui

Siga o TV FOCO no Google Notícias e receba as informações bombásticas da TV e dos famosos em primeira mão - Clique Aqui!

Sobre o autor

Vitor