Mundo

Mundo

Globo, SBT e Cultura: emissoras sofrem com caos, têm estúdios invadidos e fazem improviso caótico

Globo, SBT e Cultura: emissoras sofrem com caos, têm estúdios invadidos e fazem improviso caótico (Foto: montagem TV Foco)
Globo, SBT e Cultura: emissoras sofrem com caos, têm estúdios invadidos e fazem improviso caótico (Foto: montagem TV Foco)
Globo, SBT e Cultura: emissoras sofrem com caos, têm estúdios invadidos e fazem improviso caótico (Foto: montagem TV Foco)
Globo, SBT e Cultura: emissoras sofrem com caos, têm estúdios invadidos e fazem improviso caótico (Foto: montagem TV Foco)

Estúdio da TV Cultura é alagado nesta segunda

São Paulo foi atingindo por uma forte chuva nesta segunda (10), causando uma série de incidentes. Ruas foram alagadas e se tornaram intransitáveis, algumas casas e estabelecimentos foram inundadas e os resultados das águas catastróficas invadiram até algumas emissoras de TV. O estúdio de jornalismo da TV Cultura encheu de água (uma vez que fica próximo ao rio Tietê, que transbordou em decorrência do temporal) e a primeira edição do “Jornal da Cultura” precisou ser apresentada em um estúdio emprestado.

Vestindo galochas, Aldo Quiroga apresentou o noticiário no estúdio do programa “Metrópolis”, sem bancada e com um sofá colorido. O jornalista contou a respeito da dificuldade de chegar no local no Twitter do Jornalismo da TV Cultura, assumindo que precisou da ajuda de um motorista de trator que trabalhava na região para conseguir chegar a tempo da exibição.

Veja também

Desastres antigos

Não é a primeira vez, no entanto, que uma emissora de TV sofre algum tipo de desastre natural. No último ano, a sede da TV Record no Rio de Janeiro também foi inundada. Na ocasião, mais de um estúdio foi alagado, sendo a redação do jornalismo um dos mais prejudicados. Para “salvar” a programação e não deixar a emissora sair do ar, os jornalistas tiveram que improvisar e usar outras salas para conseguir fazer a transmissão dos telejornais locais do canal. Mesmo diante de todo o caos, o profissionalismo dos funcionários da emissora fez com que a programação seguisse normalmente, apenas em lugares diferentes.

Não só a Record sofreu com as chuvas no Rio de Janeiro no ano passado. A Globo, emissora de maior destaque brasileira, contou com algumas goteiras e infiltrações indesejadas nos estúdios da GloboNews, fazendo com que os funcionários tivessem que tirar os equipamentos às pressas e paralisassem os trabalhos. Os apresentadores Renata Lo Prete e Carlos Tramontina precisaram ficar de plantão na Globo de São Paulo para entrar no ar caso a transmissão no Rio fosse interrompida.

Voltando um pouco mais no tempo, em março de 1991, os estúdios do SBT São Paulo sofreram um grande alagamento devido à cheia do rio Tietê, mesmo caso que aconteceu nesta segunda (10) com a Cultura. Mais forte, porém, a inundação forçou a emissora a interromper sua programação normal em todo o país e improvisar um link ao vivo em cima de um bote para mostrar a situação dos estúdios. A inundação gerou um grande prejuízo e uma crise que perdurou até o ano seguinte.

 

🚨 Rodriguinho arma plano contra Davi no BBB24 + Estrela do SBT na Globo + Record arranca programa do ar após 05 anos

NOS SIGA NO INSTAGRAM

Logo do TvFoco

TV FOCO

📺 Tudo sobre TV e Famosos que você precisa saber.

@tvfocooficial

SEGUIR AGORA