Emissoras Globo ighome Novelas

Globo manda sete novelas para o lixo e você nunca verá na TV; saiba o que foi cancelado

Cauã Reymond, Adriana Esteves e Sergio Guizé estavam no elenco de novelas canceladas pela Globo (Foto: Globo/João Miguel Júnior/Reprodução)
Cauã Reymond, Adriana Esteves e Sergio Guizé estavam no elenco de novelas canceladas pela Globo (Foto: Globo/João Miguel Júnior/Reprodução)

Globo cancelou sete novelas nos últimos cinco anos e mandou tramas para o lixo. Confira quais!

Maior produtora de novelas do país, a Globo tem uma sequência de novelas jogadas no lixo nos últimos anos. Ao longo das décadas, muitas tramas foram engavetadas de vez pela direção da emissora, mas a quantidade dos últimos tempos impressiona. Foram pelo menos sete títulos cancelados.

Em 2015, a Globo vetou uma novela das nove de Benedito Ruy Barbosa sobre a volta de Jesus nos dias atuais. Além de mostrar Cristo de forma contemporânea, a sinopse ainda previa núcleos nazistas e de clonagem de humanos. O projeto foi considerado “explosivo” pela direção de dramaturgia do canal, que decidiu recusar.

+ Thiago Salvático, após trair marido com Gugu, é desmascarado e colocado na Justiça pelo ex: “não tinha conhecimento”

+ A Fazenda 12 deve ter estreia antecipada e pode para bater de frente com novo BBB

DE TRAMA SERTANEJA A POLICIAL

No final do mesmo ano, a Globo mandou para o lixo Trem Bom, que marcaria a estreia de Mauricio Gyboski como autor de novelas. A história seria ambientada em uma cidade fictícia no interior de São Paulo e teria duas famílias rivais (uma dona de uma gravadora e outra, com dois músicos sertanejos).

A emissora chegou a ficar empolgada com a trama e cogitou até a sondar Michel Teló e Luan Santana para participar da novela. Porém, os primeiros capítulos decepcionaram a direção de dramaturgia e o projeto foi cancelado. No lugar, o canal carioca escalou Eta Mundo Bom, de Walcyr Carrasco.

Em 2016, a Globo jogou no lixo outra trama, que já estava em fase de pré-produção. Autor de Boogie Oogie, Rui Vilhena estava escrevendo Fora de Órbita, prevista para estrear após Pega Pega na faixa das 19h. A emissora, no entanto, cancelou o folhetim.

Em setembro do mesmo ano, a Globo cancelou O Homem Errado, trama escrita por Thelma Guedes e Duca Rachid para a faixa das 21h. A história seria um melodrama policial protagonizado por Cauã Reymond e Sergio Guizé. Para preencher o horário, o canal recorreu novamente a Walcyr Carrasco, que trouxe O Outro Lado do Paraíso.

GLOBO MANDA NOVELAS PARA O LIXO SEM DÓ

No início de 2017, o alvo da vez de Silvio de Abreu foi Barba Azul, trama de Antonio Calmon e Guilherme Vasconcelos que ocuparia justamente a vaga da cancelada Fora de Órbita às 19h. O folhetim de Calmon acabou engavetado e a emissora escalou Verão 90 para seu lugar.

Silvio de Abreu, diretor de dramaturgia da Globo (Foto: Globo/João Cotta)
Silvio de Abreu, diretor de dramaturgia da Globo
(Foto: Globo/João Cotta)

Folhetim de Lícia Manzo para o horário das 23h, Jogo da Memória falaria sobre uma relação incestuosa e teve uma trajetória conturbada dentro da Globo. Prevista para estrear em 2017, a novela foi transformada em minissérie. Em 2018, no entanto, o canal carioca mandou o projeto para a lixeira de uma vez.

+ Ao vivo, Sikêra Jr tem passado exposto na TV, família diz a verdade sobre ele e jornalista perde o chão: “Não gosto”

Também em 2018, a direção de dramaturgia da Globo engavetou O Último Beijo, trama das 19h de Benedito Ruy Barbosa. O folhetim contaria a história de um professor apaixonado por uma mulher mais jovem e se passaria no interior, abordando temas como corrupção e desigualdade social.

Participe agora do grupo do TV FOCO no Telegram e receba tudo sobre BBB - Clique aqui

Siga o TV FOCO no Google Notícias e receba as informações bombásticas da TV e dos famosos em primeira mão - Clique Aqui!

Sobre o autor

Vitor