Grávida, Isis Valverde recebe declaração de amor de noivo e 'quebra' a web – TV Foco
Celebridades

Grávida, Isis Valverde recebe declaração de amor de noivo e ‘quebra’ a web

A atriz Isis Valverde. (Foto: Reprodução)

A atriz Isis Valverde, que está grávida de seu primeiro filho, fruto de seu relacionamento com o modelo internacional André Resende, recebeu uma declaração pra lá de apaixonante.

Em seu perfil oficial no Instagram, nesta terça-feira, 15 de maio, o modelo publicou um registro em que aparece carregando a atriz no colo, com um coração e um lindo por do sol ao fundo.

+Após final de O Outro Lado do Paraíso, Grazi Massafera aproveita férias ao lado do namorado

“Não vejo a hora de carregar vocês dois nos meus braços. Feliz Dia das Mães, meu amor”, escreveu ele na legenda da imagem que recebeu diversos comentários dos internautas.

POR CONTA DE DOENÇA, ISIS VALVERDE TEM CUIDADO REDOBRADO COM GRAVIDEZ

Isis Valverde anunciou no mês passado que está a espera do seu primeiro filho, fruto do relacionamento com o modelo internacional André Resende. Os dois mantêm um relacionamento já de alguns anos e haviam se separado meses antes do anúncio ser feito.

Esperando um menininho, Isis sabe que terá que ter cuidados redobrados por conta da gestação. De acordo com informações do Notícias da TV, a atriz da Globo descobriu já adulta que é celíaca, que é quando uma pessoa é intolerante total ao glúten.

“A doença celíaca tem cunho hereditário. Filhos de mães com a intolerância têm 10% de probabilidade de apresentá-la ao longo da vida”, revelou a ginecologista e obstetra Renata de Camargo Menezes.

A recomendação é que a atriz faça uma dieta restrita para o bebê logo após ele ter o contato com o leite materno. “O cuidado do bebê de mãe celíaca é retardar ao máximo possível a exposição desse bebê ao alérgeno que é o glúten. O sistema imunológico fica mais amadurecido com o tempo, então, quanto mais tarde você expuser, menores as chances de desenvolver [a intolerância]”, explica a médica.

Há também uma porcentagem representativa para mães portadoras da doença e que já sofreram aborto. “Existe uma taxa de cerca de 20% maior de abortamento em mulheres que têm a doença celíaca não diagnosticada, pois ela pode atrapalhar o processo de desenvolvimento da placenta e, consequentemente, o seguimento da gravidez”, detalha a ginecologista.

A doença não tem cura, mas há, por meio da dieta, uma forma de controlá-la e viver sem maiores problemas.

SIGA O TVFOCO NO INSTAGRAM E FIQUE POR DENTRO DE TUDO! CLIQUE/TOQUE AQUI.

PUBLICIDADE

Comentários recentes

CONHEÇA