Fez História SBT

Há 23 anos, SBT finalizava novela repleta de atores da Globo com entrada de vilã no meio

SBT lançava As Pupias do Senhor Reitor com elenco global (Foto reprodução)
SBT lançava As Pupilas do Senhor Reitor com elenco global (Foto reprodução)

Há 23 anos, SBT lançava novela repleta de globais! 

Um elenco global. Nomes de peso, como Juca de Oliveira, Débora Bloch, Eduardo Moscovis, Ana Lúcia Torre e muitos outros. Mas não estamos falando da TV Globo, era 8 de Julho de 1995, quando o SBT exibia o último capítulo de As Pupilas do Senhor Reitor. A trama fez parte de uma época de ouro da teledramaturgia do canal.

Dirigida por Nilton Travesso, a novela ocupou a faixa de Éramos Seis, umas das produções mais bem sucedidas do SBT, e lembrada até hoje pelos telespectadores. Escrita por Lauro César Muniz, As Pupilas do Senhor Reitor é uma adaptação do romance homônimo de Júlio Dinis, na verdade uma segunda adaptação, a primeira foi exibida em 1970 pela Record TV.

A novela conta história de Póvoa do Varzim, região do Minho em Portugal e os conflitos dos moradores locais. Após a morte do pai, Margarida (Guida), a personagem da Déborah Bloch, vai viver com sua meia-irmã Clara (Luciana Braga), filha de sua madrasta. A madrasta morre e a educação das meninas fica na responsabilidade do Padre Antônio, o Senhor Reitor (Juca de Oliveira). O destaque ficou por conta das três beatas fofoqueiras interpretadas por Ana Lúcia Torre, Cláudia Mello e Míriam Mehler. E também Cláudio Fontana, que viveu Manoel do Alpendre, que lhe rendeu, inclusive, a última cena, a que finalizou a novela.

+ Há 18 anos, Globo corria contra o tempo e lançava novela no “susto” para esconder sua falta de planejamento

A Vontade do SBT de emplacar As Pupilas do Senhor Reitor era tão grande, que o canal, passou a apresentar a novela em dois horários no mesmo dia, às 19h45 e às 21h40. Foram 186 capítulos. A repercussão na mídia foi interessante e a novela fechou com 11 pontos de média geral no Ibope da Grande São Paulo. Entre 11 a 15 de dezembro de 2006, o SBT fez uma reexibição relâmpago, mas a baixa audiência fez a primeira reprise ser cancelada e foi dada uma explicação de problemas com direitos autorais das músicas. Um tempo depois, o SBT reprisou a trama de 7 de maio a 3 de agosto de 2007, compactada em 65 capítulos.

Entre as curiosidades estão a entrada a atriz Joanna Fomm, no meio da trama, dando vida a vilã Eugênia Carlota, na tentativa de movimentar a história. A personagem conquistou o público com suas maldades. O Tema de abertura “Canção do Mar” , na voz da cantora portuguesa Dulce Pontes virou sucesso nacional e marca registrada de As Pupilas do Senhor Reitor. E foi a primeira e única novela de Eduardo Moscovis e Débora Bloch fora da Globo.

Semana que vem tem mais Fez História aqui no TV Foco.

Por Alex Sampaio / Siga nas redes sociais clicando aqui. 

SIGA O TVFOCO NO INSTAGRAM E FIQUE POR DENTRO DE TUDO! CLIQUE/TOQUE AQUI.

PUBLICIDADE

Comentários recentes