Record

AudiênciaAudiência da TVRecord

“Hora da Venenosa” é a única atração da Record que fechou na liderança em 2016

Apresentadores do programa Balanço Geral SP. (Foto divulgação).
Quadro do "Balanço Geral" coloca a Record na liderança de audiência (Foto divulgação)
Quadro do “Balanço Geral” coloca a Record na liderança de audiência (Foto divulgação)

O quadro “Hora da Venenosa”, do “Balanço Geral”, foi um verdadeiro sucesso da Record nesse ano. Tanto é que a atração, pela primeira vez na história da emissora, terminará o ano inteiro como primeira colocada em audiência, deixando a Globo em segundo.

De acordo com o colunista Ricardo Feltrin, o quadro de fofocas comandado por Fabíola Reipert e Renato Lombardi, além do âncora do noticiário, chega a 2017 como líder em sua faixa de exibição, com cerca de 10 pontos de média, contra 9,6 do “Vídeo Show”.

O crescimento, segundo levantamento, foi de 50%, já que durante o mesmo período em 2014, a “Hora da Venenosa” obteve apenas 6,7 pontos (naquele ano a Globo marcava 9,8 pontos).

Com o resultado, o “Vídeo Show” teve de passar por algumas mudanças durante o ano. Apesar de não mexer na apresentação, a direção mudou o conteúdo do programa, aproximando-o do da rival.

O quadro da Record inspirou também Silvio Santos, que decidiu criar o vespertino “Fofocando”,  somente para tentar desbancar a Reipert. Não deu certo. O “Fofocando” não chegou nem perto de  vencer. Aliás, não passa do terceiro lugar em audiência. Perdeu, inclusive, o status de programa de rede.

Veja também

VÍDEO YOUTUBE: Urgente: Prisão de Dr. Deolane pode acontecer a qualquer momento

TV Foco AO VIVO Acompanhe

Comentários

Nossa política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Ler comentários