CONFIRA

Nova regras do INSS em 2024: Como antecipar a aposentadoria e garantir o merecido descanso em só 6 passos


Pagamento do INSS - Foto: Internet

Confira agora como antecipar a aposentadoria no INSS em apenas 6 passos

Você sabia que, com as novas regras do INSS, a autarquia do Governo do Brasil vinculada ao Ministério do Trabalho e Previdência que recebe as contribuições para a manutenção do Regime Geral da Previdência, é possível antecipar a sua aposentadoria?

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Telegram

Pois bem, nesta sexta-feira (12), vocês irão conferir quais são os seis passos para poder garantir esse descanso tão merecido.

De acordo com informações do portal ‘Ingrácio Advocacia’, mesmo em regra o INSS podendo demorar apenas até 60 dias para efetuar a análise dos benefícios, há lugares em que os pedidos têm ficado parados por até 18 meses.

Sendo assim, é importante saber que existem algumas formas de adiantar essa análise. Se precavendo de qualquer erro que possa ser cometido pelo INSS e garantindo a sua tão sonhada aposentadoria mais rápido possível e sem enrolação.

Receba nossas notícias diretamente no seu WhatsApp


Como conseguir antecipar a aposentadoria?

Para o primeiro passo, separe a documentação para adiantar sua aposentadoria. Para garantir a aposentadoria é necessário comprovar todas as contribuições já feitas ao INSS. Inclusive as que podem não estar registradas corretamente no CNIS, como:

Veja também

  • Trabalho rural (inclusive na condição de segurado especial);
  • Trabalho na condição de menor aprendiz;
  • Contribuição como segurado facultativo/contribuinte individual/MEI;
  • Serviço militar.
  • Serviço público;
  • Trabalho registrado, mas que não consta no CNIS (nesta condição deverá apresentar comprovantes como: carteira de trabalho, contrato, registro de pontos, termo de rescisão, entre outros).

Além de documentos como:

  • RG.
  • CPF.
  • Comprovante de residência.
  • Carteira de Trabalho — se houver mais de uma, leve todas.
  • PIS/PASEP ou NIT (Número de Identificação do Trabalhador, composto por 11 números) — caso você não saiba o seu, é possível solicitar online, por telefone ou em uma agência da Previdência Social.
  • Extrato do CNIS.

No segundo passo, deixe claro e em escrito todos os seus direitos (Inicial Administrativa). É importante que você saiba todos os seus direitos, e não deixe se levar apenas por aquilo informado pelo INSS. Um grande erro é protocolar toda a documentação previdenciária sem detalhar para o órgão quais são todos os direitos que você possui. Dessa forma, você deverá fazer uma Inicial Administrativa.

Seguindo com os passos, atualize seu CNIS antes de tentar adiantar sua aposentadoria. Para evitar qualquer erro de documentações, como já foi dito anteriormente, é de suma importância que você deixe o seu cadastro sempre atualizado. Dessa forma, solicite o seu extrato do Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS), verifique se todos os seus dados estão corretos e solicite a correção de eventuais erros.

No quarto passo, faça o agendamento corretamente no INSS. Graças ao Meu INSS esse processo ficou mais fácil. Isso porque é possível fazer todo o requerimento de aposentadoria de forma online através do site.  Após realizar o requerimento, você poderá acompanhar todas as etapas da análise do INSS, no próprio site.

No quinto passo, faça um Mandado de Segurança para adiantar o processo no INSS. Como foi dito no início desta matéria, há casos em que o pedido pode demorar meses para ser analisado, entretanto, existe uma medida judicial que obrigará o INSS a obedecer esse prazo de 90 dias. Essa medida se chama mandado de segurança, ela protege o cidadão e faz com que seus direitos não sejam violados. Esse mandado faz acelerar muito o processo.

E por fim, mas não menos importante, confira os cálculos apresentados pelo INSS. Você poderá pedir ao INSS a cópia do processo administrativo que concedeu ou negou sua aposentadoria. Dessa forma, neste processo, vai estar tudo que você precisa saber sobre a análise do instituto, o que ele negou, concedeu ou nem analisou. Assim, se o INSS tiver concedido seu benefício, confira se ele considerou, corretamente, todos os salários de contribuição no cálculo do valor da sua aposentadoria.

🚨 Davi assume uso de dinheiro doado ao RS + Globo crava desfecho do campeão + Dona Déa é DETONADA         

NOS SIGA NO INSTAGRAM

Logo do TvFoco

TV FOCO

📺 Tudo sobre TV e Famosos que você precisa saber.

@tvfocooficial

SEGUIR AGORA

Autor(a):

Eu sou Lana Laysa, Nutricionista por formação, pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte- UFRN, servidora pública e Redatora Web. Encontrei na redação uma forma de escrever sobre o que mais amo: o mundo dos famosos e a vida das celebridades. Atualmente escrevo sobre a vida dos artistas por trás dos holofotes da fama e trago informações quentinha sobre o universo da TV brasileira. Meu e-mail é: lanalaysadantas@gmail.com. Minhas redes sociais são: