NOVIDADES

Nova lei armada de Tebet no BPC, saque antecipado e desfecho do 14°: INSS crava 3 viradas históricas em junho

13/06/2024 às 23h03

Por: Diego Laureano
Imagem PreCarregada
BPC/LOAS, 14° salário, lei e Simone Tebet (Foto: Reprodução / Canva / Gov / Montagem TV Foco)

Tebet chega com novidades sobre o INSS

Com saque antecipado, nova Lei armada de Tebet para o BPC/LOAS e desfecho do 14° salário, o INSS crava 3 viradas históricas em junho.

Uma situação alarmante atingiu milhares de beneficiários no mês passado, o que fez o INSS tomar uma medida drástica para proporcionar auxílio imediato aqueles que foram afetados.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

SAIBA MAIS! Pacotão de 3 benefícios: Lula e STF são acionados para nova lei armada por Haddad a aposentados do INSS

Devido as enchentes que atingiram o Rio Grande do Sul, o INSS decidiu pela antecipação dos benefícios previdenciários de julho para maio. Contudo, a medida tem algumas ressalvas importantes.

Continua após o Veja Também

Veja também

A decisão foi estabelecida por meio da portaria conjunta INSS/MPS Nº 46, e foi assinada pelo ministro da Previdência Social, Carlos Lupi, e pelo presidente do INSS, Alessandro Stefanutto.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Especificamente aqueles que recebem Benefícios de Prestação Continuada ou assistenciais podem solicitar o adiantamento no banco onde recebem o benefício, mediante assinatura de termo de opção.

Por outro lado, os segurados que recebem benefícios temporários, como auxílio-doença, salário-maternidade e auxílio-reclusão, não serão contemplados com essa medida.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Caixa Econômica, Auxílio
Cerca de 669,2 mil pessoas tiveram que deixar suas casas, após a catástrofe no Rio Grande do Sul (Foto: Reprodução / Agência Brasil)

PAGAMENTO ANTECIPADO?

Dessa forma, aqueles que atendem aos critérios podem receber a antecipação, que pode ser desde um salário mínimo, atualmente em R$ 1.412, ou até mesmo outros valores.

A antecipação dos benefícios previdenciários será realizada mediante solicitação dos beneficiários nos bancos onde recebem os pagamentos.

Os segurados que se enquadram nos critérios estabelecidos, poderão ter acesso imediato aos recursos sem a necessidade de aguardar o calendário regular de pagamentos do INSS.

Dessa forma, o pagamento de julho poderá ser adiantado para esse mês de junho. No mês passado, o pagamento de junho também foi antecipado para maio.

Além da medida do INSS, outras também estão sendo implementadas, como o Saque Calamidade, e devem ser vistas com atenção.

Benefício de Prestação Continuada - BCP/LOAS (Foto: Reprodução / Internet)
Benefício de Prestação Continuada – BCP/LOAS (Foto: Reprodução / Gov)

QUAL O DESFECHO DO 14° SALÁRIO?

Para quem não sabe, a ideia de liberar o 14º salário do INSS foi em 2020 quando começou a pandemia através do Projeto de Lei nº 4.367/2020.

Esse Projeto prevê o pagamento de Abono extra para 2020 e 2021, beneficiando os aposentados e pensionistas.

Ele tem autoria do senador Pompeo de Mattos e também consta no Projeto de Lei nº 3.657/2020, de autoria do senador Paulo Paim.

Em junho de 2022, o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP), retirou da pauta de decisões a apreciação do texto, designando nova análise em Comissão Especial da Câmara. Desse modo, em 2023 ainda se aguardam sinais de avanço na aprovação do projeto.

O 14º salário ajudará a diminuir o impacto negativo na situação financeira das famílias aposentadas que, durante a pandemia, deixaram de fazer as consultas de rotina por medo do contágio e acabaram prejudicando ainda mais a saúde e tendo mais gastos com medicamentos.

Além disso, o auxílio também impactará na economia, ajudando a minimizar os prejuízos financeiros que a pandemia provocou no país.

Ocorre que existe proposta na Câmara dos Deputados (PL 4367/2020), mas ainda não foi aprovada, ou seja, ainda não vale como lei, o que vai acontecer depois que deputados e senadores votarem a matéria legislativa.

Última atualização do 14º salário do INSS acaba de chegar - Foto: Internet
Última atualização do 14º salário do INSS acaba de chegar (Foto: Reprodução / Gov)

VIRADA HISTÓRICA NO INSS?

A desvinculação do piso das aposentadorias do INSS do salário mínimo “não passa pela cabeça” do Governo, declarou a ministra do Planejamento e Orçamento, Simone Tebet.

Em audiência pública na Comissão Mista de Orçamento, Tebet destacou que a pasta estuda a “modernização” de benefícios como o Benefício de Prestação Continuada (BPC/LOAS).

Esse benefício é concedido aos idosos acima de 65 anos carentes e pessoas com deficiência de baixa renda. As informações são da Agência Brasil.

“Não passa pela cabeça do presidente Lula nem da equipe econômica desvincular a aposentadoria do salário mínimo. Estamos analisando a possibilidade de modernizar benefícios previdenciários [não relacionados à aposentadoria] e trabalhistas”, disse a ministra.

Tebet pontuou que a etapa mais complexa do ajuste fiscal está começando, com a revisão de gastos. Ela própria assumiu que o espaço para medidas para aumentar a arrecadação está diminuindo.

O estudo visa que os benefícios sejam corrigidas pela inflação, sem considerar o ganho real do salário mínimo.

Simone Tebet é a atual ministra do Planejamento e Orçamento (Reprodução: NELSON ALMEIDA/AFP)
Simone Tebet é a atual ministra do Planejamento e Orçamento (Foto: Reprodução / AFP)

SIMONE TEBET E PRESIDENTE DO INSS EM DIVERGÊNCIA?

Desse modo, o estudo avaliaria desvincular a correção da aposentadoria do INSS do salário mínimo, o que seria o fim de uma era.

Atualmente, o valor mínimo da aposentadoria é de R$ 1.412, igual ao salário mínimo de 2024. No entanto, a mudança não é bem avaliada pelo próprio governo de Luiz Inácio Lula da Silva.

Além disso, a posição de Simone Tebet também foi criticada pelo ministro da Previdência Social, Carlos Lupi, segundo o portal Jornal Contábil.

“A Previdência Social, sob a tutela do PDT, que estou representando, jamais aceitará qualquer retirada de dinheiro. Arranjem outro, que comigo não passa”, afirmou o ministro.

Por fim, o único que poderá dar o veredito para a mudança, caso chegue em um Projeto de Lei, será Lula. Mas, a decisão para aprovar um projeto desse é baixa.

Carlos Lupi comemora a redução no tempo de espera (Reprodução: Geraldo Magela/Agência Senado)
Carlos Lupi, ministro da Previdência Social (Foto: Reprodução / Agência Senado)

COMO DAR ENTRADA NO PEDIDO DE APOSENTADORIA NO INSS?

Atualmente, há duas formas de solicitar a aposentadoria. Pelo telefone 135 ou pelo site/aplicativo do MEU INSS.

Em último caso, é possível comparecer à agência do INSS, mas não é recomendado, pois atualmente seria necessário o agendamento.

🚨 Urgente: Prisão de global + Sensitiva crava volta de Iza e traidor + Negociação de Tati Machado e SBT    

14° salário
Alerta INSS
BCP/Loas
nova lei
Simone Tebet
Diego Laureano

Autor(a):

Sou formado em Teatro, Produção Audiovisual e Jornalismo e completamente apaixonado por comunicação. Já atuei em emissoras de TV como Assistente de Produção e Redator em portais de entretenimento. Escrevo sobre televisão e seus bastidores, com responsabilidade, clareza, leveza e muito amor desde 2008. Mas a minha realização profissional está no Departamento de Novelas e Realities, no qual faço parte no TV Foco desde 2022. Além de Redator, atuo como Co-Apresentador das Lives do site no YouTube, às terças e sextas-feiras. Minhas redes sociais são: [email protected]

Botão de fechar
Utilizamos cookies como explicado em nossa Política de Privacidade, ao continuar em nosso site você aceita tais condições.