TV Foco

Internet pode ser a explicação para a queda no número de televisores ligados

Os números de audiência do mês de julho começam a circular pelas mesas dos executivos das principais emissoras do país e revelam muito mais do que o sobe e desce do mercado. Ao analisar atentamente os dados da Grande São Paulo é possível verificar que houve uma queda significativa no número de televisores ligados, principalmente no período da tarde. Em julho de 2009, entre 12h e 18h, o total de ligados na região da grande São Paulo era de 43% contra 40,7 do mês passado, uma queda de 5%. Na faixa vespertina (12h às 18h), a Record passou de 6,2 em julho/09 para 6,6 em julho/10. A Globo passou de 17,4 (julho/09) para 14 (julho/10). Já o SBT, na mesma comparação, saiu de 6,1 para 5,7. A faixa nobre, das 18h à 00h, registrou uma redução de 3% no número de aparelhos ligados. Em julho de 2009 o índice fechou em 61,5 contra 59,4 do mês passado. No prime-time, SBT (6,1 X 6,2) e Record (10,2 X 10,3) ficaram praticamente estacionadas. A Globo que em julho de 2009 fechou com 29.7 nessa faixa marcou 25,5 no mês passado.
Os dados deixam claro que muitas pessoas trocaram a televisão por outras mídias, principalmente a internet. Hoje em dia é possível acessar o mesmo conteúdo da TV no computador algumas horas depois de sua exibição e, assim, adequar a grade aos seus horários. Não é por menos que as redes já disponibilizam em seus sites capítulos de novelas, séries, quadros de programas e reportagens. Agora, está na hora das emissoras produzirem material com a linguagem específica para a nova realidade da comunicação, que interliga plataformas, mescla formatos, une texto/imagem/som e chega mais próximo do público.

Parabólica JP /José Armando Vanucci

Confira a audiência detalhada de todas as novelas da Globo semana a semana aqui

Siga o TV FOCO no Google Notícias e receba as informações bombásticas da TV e dos famosos em primeira mão - Clique Aqui!

Sobre o autor

Redação TV Foco