Especiais Mais destaques

Isabela Garcia, Letícia Colin, Carmo Dalla Vecchia, atores da Globo tem filosofia revolucionária e transcendente

Atores da Globo tem semelhança curiosa
Atores da Globo tem semelhança curiosa (Foto: Montagem/TV Foco/Globo)
Isabela Garcia, Letícia Colin, Carmo Dalla Vecchia, atores da Globo tem filosofia revolucionária e antiga

Neste especial do TV Foco, nós vamos falar de artistas com grande evidência na tela da Globo que compartilham de filosofia de vida que vai contra partida da maioria das pessoas no Brasil. Para quem não sabe, em nosso país, cerca de 64 % da população se identificou com o catolicismo segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) no ano de 2010, ou seja, éramos 190 milhões e dessas pessoas, 122 milhões frequentavam as igrejas. É um número estrondoso comparado com a religião seguida por Isabela Garcia, Letícia Colin e Carmo Dalla Vecchia.

+ Anitta, Lulu Santos e famosos se livram de farsas, encaram o preconceito de frente e expõem bissexualidade

Esses atores são budistas declarados, eles se juntam a outros 200 mil brasileiros que seguem os ensinamentos de Buda. No ar em O Sétimo Guardião como a empregada Judith, Isabela Garcia cresceu diante de várias gerações em diversos trabalhos na Globo. Há quatro anos ela se tornou budista. Certa vez, como convidada do Encontro de Fátima Bernardes, ela relatou: “Eu cresci em uma família católica, minha mãe é católica, então eu tenho tudo dentro mim. Raízes de coisas muito boas de tudo o que eu vivi, mas eu tinha algo assim da minha cabeça e da minha vida como culpa, pecado, essas coisas batiam um pouco para mim. Quando eu conheci o budismo eu vi o livre arbítrio, o poder de escolha, aquele budismo básico que todo mundo sabe que é a lei da causa e do efeito. Então, você escolher o efeito que você quer causar com a sua vida, com seus pensamentos e ações, você muda o mundo”, disse ela.

+ Atraso gigante, vestido de 22 mil, convidados famosos, saiba todos os babados do casamento de Nicole Bahls

Há pouco tempo, Letícia Colin estava na Globo interpretando a controvérsia Rosa na novela Segundo Sol, ela revelou em entrevista que o budismo ajudou ela emagrecer para interpretar a jovem que foi prostituta. Antes disso, Letícia falou sobre o tema com a revista Contigo. “Tenho uma rotina espiritual há mais de um ano, melhorou a minha vida. Mesmo quando estou bem, faço as orações de agradecimento. Curto ir a meu oratório, ficar conectada, recitando… Quando estou mais em correria, coloco uma música com um mantra que me revigora”, comentou em 2016.

“O budismo foi um grande encontro com o que penso, fala da responsabilidade sobre a vida: não se pede, não se lamenta – traz má sorte. Sempre fui responsável, às vezes tinha dificuldade em confiar em mim e no meu talento. O budismo me deu fé em mim mesma, agora tenho um diálogo aberto comigo mesma”, aprofundou.

+ Após polêmica e traição de Letícia Almeida, Saulo Poncio terá filho “piolho” e detalhe assombra

Dom Sabino (Edson Celulari) e Carmen (Christiane Torloni) em O Tempo Não Para (Foto: Globo/João Miguel Júnior)
Dom Sabino (Edson Celulari) e Carmen (Christiane Torloni) em O Tempo Não Para (Foto: Globo/João Miguel Júnior)

O ator Carmo Dalla Vecchia está no ar em Malhação – Vidas Brasileiras, ele também é um adepto ao budismo, e ao Jornal Extra ele revelou sua experiência: “Sou budista há mais de 20 anos e acho que uma religião só tem sentido quando ela se aplica em todos os aspectos da nossa vida. Ainda mais quando falamos de um trabalho que poderia se concentrar facilmente só nos desejos mundanos. Faço pelo menos duas horas de orações diárias. Procuro não ser chato e só falo da minha religião quando acho que não estou sendo inoportuno”.

+ O Sétimo Guardião: Pela 2ª vez, Gabriel abandona casamento por missão

Vivendo o Dom Sabino de O Tempo Não Para, Edson Celulari foi questionado uma vez por Leo Dias se ele acreditava em Deus enquanto estava em tratamento contra um câncer. O ator veterano foi sincero: “Acredito em Deus. Sou católico de formação, já estive budista também, que além de ser uma religião é uma filosofia de vida. Mas acho que o mais importante é a fé. É você saber que existe algo superior a nós e que isso nos dá um sentido de espaço entre o real e o divino. Não que isso nos deixe menores. Ao contrário. Acho que isso é uma dimensão que nos leva à frente, adiante. É saber que alguma coisa nos ilumina e que devemos estar nesse foco”, opinou.

Sua parceira em cena, Christiane Torloni, que interpreta Carmen, também segue algumas filosofias budistas. O ator Caio Blat, que está em O Sétimo Guardião, mudou do espiritismo para o budismo, especialmente depois que ele fez a novela Joia Rara.

SIGA O TVFOCO NO INSTAGRAM E FIQUE POR DENTRO DE TUDO! CLIQUE/TOQUE AQUI.

ANÚNCIOS

ANÚNCIOS

Comentários recentes

CONHEÇA