Celebridades

Celebridades

Isis Valverde quebra o silêncio, decide falar sobre João de Deus e se revolta

Isis Valverde colocou um ponto final no contrato com o empresário (Foto reprodução)
Isis Valverde colocou um ponto final no contrato com o empresário (Foto reprodução)
A atriz Isis Valverde (Foto: Reprodução)
A atriz Isis Valverde (Foto: Reprodução)

Isis Valverde resolveu se manifestar  diante da polêmica que envolve o médium João de Deus denunciado por mais de 300 mulheres por estupro, assédio sexual e pedofilia. Em suas redes, a artista publicou uma foto do acusado e escreveu um texto que está sendo compartilhado por muitas mulheres.

+Após vencer A Fazenda, Rafael Ilha é sincero e detona participantes do reality

Além disso, ela colocou tags para apoiar todas as denúncias: “Chega de Abuso”; “Mexeu com uma, mexeu com todas”; “Sexo frágil que nada”.

+Lexa faz revelações quentes, diz que já teve quatro orgasmos no mesmo dia e fala sobre depilação

“A maior quebra de silêncio da história. Até hoje, 330 mulheres se uniram para denunciar o mesmo homem. Por assédio, estupro, pedofilia, incesto praticados há décadas. Décadas em que cada uma delas silenciou, foi desacreditada ou ameaçada de morte. Estas 330 mulheres não são loucas, mentirosas, invejosas. Elas são vítimas. Vítimas de um homem poderoso que usa Deus como sobrenome. Elas são vítimas de séculos de silenciamento. Mas o tempo das mulheres chegou. Empoderadas por todas as denúncias que vieram antes, no Brasil e no mundo, elas decidiram se unir e falar. É hora de investigar e punir quem tiver que ser punido. É hora de justiça. Parabéns pela coragem de todas as mulheres envolvidas nesta histórica quebra de silêncio. Nós estamos com vocês”, compartilhou.

Veja também

+A Fazenda 10: João Zoli declara seu amor por Gabi Prado e surpreende

Veja:

https://www.instagram.com/p/BrXWcZ0jL3C/

BRUNA MAQUEZINE TAMBÉM SE MANIFESTA

A atriz e influencer Bruna Marquezine decidiu se posicionar diante da polêmica que envolve o médium João de Deus denunciado por mais de 300 mulheres por estupro, assédio sexual e pedofilia.

+Zoe sai de casa pela primeira vez com seus pais, Sabrina Sato e Duda Nagle

No texto Bruna defende as vítimas e diz que a denuncia deve ser apurada e os culpados punidos. Ela também exalta o empoderamento feminino e destaca a união das mulheres do Brasil e outros países que tomaram a coragem em denunciar o médium João de Deus, que inclusiva usa Deus como sobrenome.

Bruna Marquezine junto com Xuxa e Marina Ruy Barbosa são as famosas que tomaram uma posição e decidiram não omitir o que pensam em um caso tão polêmico e delicado.

Segundo o portal Globo, João de Deus teve a prisão preventiva declarada nessa sexta-feira, dia 14. Porém até o momento o advogado do médium disse não ter recebido o documento e também não ter conseguido contato com o acusado. A policia Civil do estado Goiás disse que “se empenha em dar cumprimento à referida determinação judicial”.

+Neymar revela o que foi feito com R$250 mil ganho em mega-sena e choca todo mundo

Confira a legenda que Bruna Marquezine colocou pra acompanhar a imagem que ilustra sua postagem com o dizer “silenciar” riscado, dando visibilidade a palavra “denunciar”: “A maior quebra de silêncio da história. Até hoje, 330 mulheres se uniram para denunciar o mesmo homem. Por assédio, estupro, pedofilia, incesto praticados há décadas. Décadas em que cada uma delas silenciou, foi desacreditada ou ameaçada de morte. Estas 330 mulheres não são loucas, mentirosas, invejosas. Elas são vítimas. Vítimas de um homem poderoso que usa Deus como sobrenome. Elas são vítimas de séculos de silenciamento. Mas o tempo das mulheres chegou. Empoderadas por todas as denúncias que vieram antes, no Brasil e no mundo, elas decidiram se unir e falar. É hora de investigar e punir quem tiver que ser punido. É hora de justiça. Parabéns pela coragem de todas as mulheres envolvidas nesta histórica quebra de silêncio. Nós estamos com vocês.” escreveu a atriz.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

A maior quebra de silêncio da história. Até hoje, 330 mulheres se uniram para denunciar o mesmo homem. Por assédio, estupro, pedofilia, incesto praticados há décadas. Décadas em que cada uma delas silenciou, foi desacreditada ou ameaçada de morte. Estas 330 mulheres não são loucas, mentirosas, invejosas. Elas são vítimas. Vítimas de um homem poderoso que usa Deus como sobrenome. Elas são vítimas de séculos de silenciamento. Mas o tempo das mulheres chegou. Empoderadas por todas as denúncias que vieram antes, no Brasil e no mundo, elas decidiram se unir e falar. É hora de investigar e punir quem tiver que ser punido. É hora de justiça. Parabéns pela coragem de todas as mulheres envolvidas nesta histórica quebra de silêncio. Nós estamos com vocês. #ChegaDeAbuso #ninguemsoltaamãodeninguem #mexeucomumamexeucomtodas #xotapower Arte @verenasmit

Uma publicação compartilhada por Bruna Marquezine ♡ (@brumarquezine) em

VÍDEO YOUTUBE: Show de ESTRELISMO de famosos antipáticos EXPLODEM: "Maltratam os fãs e a imprensa"

TV Foco AO VIVO Acompanhe

Comentários

Nossa política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Ler comentários