Record

Jornal da Record, após ter áudio vazado, derruba âncoras às pressas e crueldade é exposta: “Pior do que se imagina”

Jornal da Record
Os âncoras do Jornal da Record noticiaram uma situação trágica (Foto: Reprodução)

O principal telejornal da emissora iniciou com um terrível notícia para o país

O Jornal da Record desta última terça-feira (16) iniciou a sua mais recente edição de forma alarmante. Na bancada do JR, Christina Lemos e Luiz Fara Montero mostraram na prática, que a situação da pandemia de Covid-19 no Brasil está pior do que se imaginava meses atrás.

“Abrimos com mais um triste recorde da pandemia, São Paulo registrou 679 mortes por covid-19 nas ultimas 24h o que equivale a dizer que a cada 2 minutos uma pessoa morreu no estado”, iniciou Christina.

“Muitas dessas vítimas tiveram sequer a chance de receber tratamento no leito de UTI e a fila de espera para a vaga de um leito cresce a cada dia”, revelou cruelmente Luiz Fara Montero.

Vale dizer que meses atrás, o telejornal era bastante criticado pela audiência sobre a forma que tratava a pandemia, sobretudo as ações do governo federal. Mas houve uma mudança drástica no tom do Jornal da Record quando o noticiário exibiu um áudio vazado em um matéria que denunciava o “Gabinete do ódio” da então deputada Joyce Hasselmann (PSL).

“Joice Hasselman tem um gabinete do ódio próprio. Mensagens divulgadas entre ela e alguns assessores, mostram como a deputada federal do PSL age contra adversários políticos”, iniciou o então âncora, Sergio Aguiar.

“Até números falsos de CPF foram criados para fazer ataque na internet”, acrescentou Adriana Araújo antes de ser substituída no comando do JR. A reportagem exclusiva mostrou a deputada atacando uma adversária e afirmando: “Vou para o ataque com essa vagabu**”.

Jornal da Record
Áudio vazado exibido no Jornal da Record (Foto: Reprodução)

 

ÂNCORAS RETIRADOS DA BANCADA

Fato é que pouco tempo após o polêmico áudio, a emissora decidiu trocar a dupla de âncoras que ocupam a bancada do JR. Adriana Araújo saiu após duras criticas ao governo Bolsonaro e foi remanejada para o Repórter Record.

Já Sérgio Aguiar não se envolveu em polêmica, mas acabou sendo colocado no Fala Brasil, após o breve retorno de Celso Freitas para o telejornal.

Atualmente, o principal noticiário da emissora de Edir Macedo é comandado pro Christina Lemos e por Luiz Fara Montero, enquanto Celso Freitas, afastado por ser do grupo de risco da Covid-19, não volta para a bancada.

Participe agora do grupo do TV FOCO no Telegram e receba tudo sobre BBB - Clique aqui

Siga o TV FOCO no Google Notícias e receba as informações bombásticas da TV e dos famosos em primeira mão - Clique Aqui!

Sobre o autor

Erick Martins