Celebridades

Celebridades

Jornal Nacional escandaliza prisão de ator da Globo conhecido por papel na novela “Senhora do Destino”

Jornal Nacional anuncia prisão de ator de Senhora do Destino

A notícia da prisão do ator de Senhora do Destino pegou a todos de surpresa

Por anos tido como um dos maiores galãs da Globo, Marcello Antony decidiu que estava na hora de dar adeus ao Brasil, após muito sucesso em tramas que marcaram na Vênus Platinada, como Senhora do Destino. Na novela, o famoso deu vida ao personagem Viriato.

Apesar de ser conhecido nos quatro cantos do país, o artista leva uma vida discreta, principalmente após se mudar para Portugal. Durante uma entrevista ao jornal O Globo, ele falou da decisão de se mudar para a Europa e disse que, ainda que sinta falta de peculiaridades do Brasil, não pretende mais voltar para residir.

“Tenho muita saudade. Mas posso te dizer que sinto saudade de um Brasil que não existe mais”, comentou Marcello Antony. Vale destacar que a última participação do ator em novelas foi em Malhação, Viva a Diferença, de 2017, indicada ao Emmy Internacional.

Marcello Antony
Marcello Antony está morando em Portugal (Foto: Reprodução)

PRISÃO

E se hoje Marcello Antony possui uma vida discreta e afastada dos holofotes, o mesmo não se pode dizer do passado escandaloso do famoso. Em 2004, o artista chegou a ser preso tentando comprar maconha e virou notícia no principal telejornal do Brasil, o Jornal Nacional.

Veja também

Na época, o assunto foi um verdadeiro escândalo na carreira do famoso. “Foi duro ser mencionado durante uma semana no Jornal Nacional, onde faziam questão de enfatizar a palavra maconha”, relembra o ator de Senhora do Destino.

Marcello Antony em "Senhora do Destino (Foto: Reprodução/TV Globo)
Marcello Antony em “Senhora do Destino (Foto: Reprodução/TV Globo)

VÍDEO YOUTUBE: Ex-funcionária faz grave denuncia contra R.R Soares

TV Foco AO VIVO Acompanhe

Comentários

Nossa política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Ler comentários