Celebridades Globo

Jornal Nacional condena Bolsonaro e conta o que Presidente fez com âncora na Globo

A apresentadora Renata Vasconcellos durante o Jornal Nacional falou sobre as atitudes de Bolsonaro (Foto: Reprodução/Globo)
A apresentadora Renata Vasconcellos durante o Jornal Nacional falou sobre as atitudes de Bolsonaro (Foto: Reprodução/Globo)

Renata Vasconcellos durante o Jornal Nacional na Globo fez uma carta aberta e revelou o que Bolsonaro fez em relação à âncora da Globo.

O Jornal Nacional com Renata Vasconcellos desta última sexta-feira (19) dedicou bons minutos de seu editorial na Globo para promover uma carta aberta de repúdio as atitudes que o Presidente Jair Bolsonaro andou tendo com Miriam Leitão, famosa âncora de telejornais da emissora em Brasília e comentarista de política.

Isso porque, Jair Bolsonaro disse para a imprensa estrangeira que a jornalista Miriam Leitão da Globo mente ao dizer que foi tortura na Ditadura Militar. Foi então que a Globo resolveu tomar uma atitude e por meio do Jornal Nacional condenou as declarações do Presidente e acabou expondo a realidade dessa polêmica.

+ Ronnie Von, demitido da TV Gazeta, é proibido de se despedir e anuncia ida para emissora

+ Após casamento, Deborah Secco se revolta com traição e expõe triste situação: “Eu fui traída

Renata Vasconcellos, diretamente da bancada do Jornal Nacional, começou dizendo: “O presidente Jair Bolsonaro recebeu nesta sexta-feira (19) um grupo de jornalistas estrangeiros para um café da manhã. Os jornalistas cobraram do presidente um comentário sobre o ato de intolerância de que foi vítima a jornalista Miriam Leitão, no fim de semana”, afirmou a âncora do Jornal Nacional sobre Bolsonaro e suas declarações.

“Essas afirmações do presidente causam profunda indignação e merecem absoluto repúdio. Em defesa da verdade histórica e da honra da jornalista Miriam Leitão, é preciso dizer com todas as letras que não é a jornalista quem mente”, seguiu dizendo o editorial dada no Jornal Nacional sobre a situação de Miriam Leitão e Bolsonaro.

Para quem não sabe, durante a ditadura a jornalista da Globo foi torturada e presa, grávida aos 19 anos. Ainda no fim da carta aberta contra Bolsonaro no jornal, a emissora reforçou ainda mais suas postura: ” Globo aplaude essa independência, pedra de toque do jornalismo profissional, e se solidariza com Miriam Leitão”.

A jornalista Miriam Leitão da Globo que foi torturada e recebeu dura declaração de Bolsonaro
A jornalista Miriam Leitão da Globo que foi torturada e recebeu dura declaração de Bolsonaro

Participe agora do grupo do TV FOCO no Telegram e receba tudo sobre BBB - Clique aqui

Siga o TV FOCO no Google Notícias e receba as informações bombásticas da TV e dos famosos em primeira mão - Clique Aqui!

Sobre o autor

Aaron Tura

Aaron Tura é um jornalista paulista que ama o mundo da televisão e seus afins. Ligado nas novidades da telinha, fundou o TV FOCO em 2006 com o propósito de trocar opiniões e informações!