William Bonner

Renata VasconcellosWilliam Bonner

Jornal Nacional interrompe programação para confirmar desligamento total e assusta o país: “Estado grave”

William Bonner e Renata Vasconcellos no Jornal Nacional (Foto: Reprodução / Globo)
William Bonner e Renata Vasconcellos no Jornal Nacional (Foto: Reprodução / Globo)
William Bonner e Renata Vasconcellos no Jornal Nacional (Foto: Reprodução / Globo)
William Bonner e Renata Vasconcellos no Jornal Nacional (Foto: Reprodução / Globo)

Os jornalistas do telejornal noturno ilustraram a situação alarmante ao redor de todo o país, com maiores medidas de restrições

William Bonner e Renata Vasconcellos interromperam as reportagens no Jornal Nacional desta quinta-feira (04), para confirmar o desligamento total do país. Os âncoras trouxeram o estado grave em que se encontra o sistema de saúde em vários estados do Brasil para ilustrar a situação assustadora em que a nação se encontra.

A explosão de casos de Covid-19 no país tem deixado os hospitais brasileiros sem atendimento, com centenas de pessoas na fila, incluindo casos graves, na espera por uma vaga na UTI. Para que isso seja diminuído, os governadores decidiram restringir ainda mais a movimentação pelas ruas.

Bonner e Renata falaram no telejornal noturno da Globo sobre as novas medidas que serão tomadas em alguns locais.

“O governador de Alagoas, Renan Filho, do MDB, publicou hoje um decreto com medidas de restrição, como a suspensão de eventos e a redução no horário de funcionamento do comércio. Em Sergipe, a partir das 6 da tarde de amanhã até as 5 horas da manhã de segunda-feira, apenas os serviços essenciais vão poder funcionar. Bares e restaurantes só estão liberados para fazer entregas.”, informou Renata Vasconcellos.

“O Rio Grande do Sul prorrogou as restrições até o fim da semana que vem. Só funcionam serviços essenciais. Desde terça-feira não há leitos de UTI disponíveis, 220 pacientes em estado grave precisam de uma vaga.”, noticiou William Bonner em seu telejornal.

Veja também

“No Paraná a ocupação de leitos de UTI de covid atingiu 96%. A pior situação é na região oeste. Faz uma semana que Cascavel não tem vagas de UTI disponíveis. Em todo estado a fila de espera por leitos para a covid é de 808 pacientes, 330 para a UTI.”, afirmou a jornalista no Jornal Nacional.

VÍDEO YOUTUBE: Patricia Poeta briga com diretor do Encontro e dá basta final após ser barrada em reunião

TV Foco AO VIVO Acompanhe

Comentários

Nossa política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Ler comentários