Globo

Jornal Nacional tem retorno bomba de Bonner após busca pela polícia e anúncio crucial é feito: “Novas provas”

William Bonner e Renata Vasconcellos na bancada do Jornal Nacional (Foto: Reprodução / TV Globo)
William Bonner e Renata Vasconcellos na bancada do Jornal Nacional (Foto: Reprodução / TV Globo)

Jornal Nacional entra no ar com a volta de William Bonner e Renata Vasconcellos após polêmicas

O Jornal Nacional iniciou hoje, 05 de abril, com diversos destaques. Mas o que mais chamou a atenção, entre vários fatores, foi o retorno de William Bonner e Renata Vasconcellos.

Para quem não sabe, os jornalistas estavam afastados do noticiário para cumprir dias de folgas, sendo substituídos por Flávio Fachel e Mariana Gross.

Nessa segunda-feira, no entanto, os âncoras oficiais do Jornal Nacional retornaram e iniciaram logo com uma notícia que deixou muita gente surpresa.

Isso porquê o ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), negou liminar pedida pelo PSD contra decreto do governo do estado de São Paulo que proibiu a realização de cultos, missas e e outras atividades religiosas coletivas.

Anteriormente, como também apontado pelo Jornal Nacional, o ministro Kássio Nunes Marques, relator de outra ação sobre o tema, apresentada pela Associação Nacional dos Juristas Evangélicos (Anajure), deu uma decisão em sentido contrário. Ele liberou cultos religiosos presenciais, o que gerou insatisfação nos bastidores do tribunal. Há preocupação com o risco de aglomerações em igrejas no pior momento da pandemia do coronavírus.

Além disso, o noticiário comandado por William Bonner revelou que a polícia encontrou novas provas no caso da enfermeira que aplicou vacina em empresários fura fila.

O filho e o genro de Cláudia Mônica Pinheiro Torres de Freitas, suspeita de vacinar cerca de 100 pessoas em uma garagem dos empresários Robson e Rômulo Lessa, em Belo Horizonte, foram indiciados pela Polícia Federal nesta segunda-feira (5).

Veja os destaques:

Bonner vai parar em escândalo

A Globo, a maior emissora do país, tem entrado na mira da receita federal, sendo questionada sobre o tipo de contratação de seus funcionários. A história começou quando a emissora decidiu fazer o contrato de seus artistas como Pessoa Jurídica, sem assinar carteira.

Agora quem entrou na mira do órgão federal foi um dos maiores jornalistas da casa, William Bonner. Segundo o colunista Ricardo Feltrin na UOL, o editor-chefe do Jornal Nacional recebeu uma autuação milionária e retroativa. Assim como sua emissora, o jornalista está recorrendo.

Participe agora do grupo do TV FOCO no Telegram e receba tudo sobre BBB - Clique aqui

Siga o TV FOCO no Google Notícias e receba as informações bombásticas da TV e dos famosos em primeira mão - Clique Aqui!

Sobre o autor

Raquel Souza